w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | domingo, 24 de julho de 2022

 

Depois do deputado Estadual Coronel Alberto Feitosa (PL) acionar o Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO-PE) para que investigue atitudes dos cantores Nando Reis e Vanessa da Matta durante suas apresentações no Festival de Inverno de Garanhuns, que, segundo Ele, foram “de clara campanha política ao PT” (relembre clicando AQUI), novas manifestações relacionadas a disputa presidencial deste ano foram registradas no Evento promovido em Garanhuns, no Agreste Pernambucano.

 

 

Nesse sábado, dia 23, o Maestro Forró, que se apresentou juntamente com a Orquestra Popular da Bomba do Hemetério puxou o “Olé, Olá, Lula, Lula”, nos primeiros minutos da apresentação. Em seguida, ao interpretar a canção “Epitáfio”, a banda Titãs, sem citar qualquer palavra, pediu os aplausos do público, que em ato contínuo soltou um coro contrário ao Presidente Jair Bolsonaro. O “Hei Bolsonaro vai tomar no ..”, já registrado em vários shows artísticos pelo Brasil, também ecoou na Praça Mestre Dominguinhos, que nesse sábado voltou a registrar um público recorde, tanto, que foi necessário, por medida de segurança, restringir o acesso de pessoas ao espaço por volta das 00h. Durante show de Pitty, o público também fez um coro a favor do Ex-presidente Lula e a baiana não deixou de perceber o momento. “É o datapovo em Garanhuns, minha gente”, comentou a Cantora. Já na madrugada desse domingo, dia 24, o público voltou a entoar o coro “Olé, Olá, Lula, Lula”, durante o show da cantora Duda Beat, que respondeu: “a voz do povo e a voz de Deus”, e emendou: “as eleições estão chegando, vamos votar com consciência (…); a gente precisa de mudança, as pessoas estão passando fome!”

 

 

No caso dos shows de Nando Reis e de Vanessa da Mata, segundo Feitosa, que é partidário do Presidente Bolsonaro, “foi possível ver o Cantor levantando uma camisa em apoio ao ex-presidente Lula”. Já Vanessa teria, segundo o Deputado, usado o palco para declarar seu apoio e voto à pré-candidatura de Lula. Em ambos os casos, Alberto Feitosa pediu ao MPCO-PE a suspensão do pagamento dos cachês dos Artistas. (Blog do Carlos Eugênio – www.blogdocarloseugenio.com.br, com imagens de reprodução da TV Pernambuco e de Ailton Vieira/Hilton Marques e Thomas Ravelly/SECOM/PMG)