BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
domingo, 07 de fevereiro de 2021

“Todo Governo tem que ter os dois lados: situação e oposição. Tem que ter o contraditório. Mas tem que ter o respeito”, com colocações como essa, o Prefeito Sivaldo Albino (PSB) deixou claro, durante a abertura dos trabalhos legislativos na Câmara de Vereadores de Garanhuns, que vai encarrar com naturalidade as ações da Oposição ao seu Governo. 

Ao discursar por cerca de 50 minutos na solenidade realizada nessa quinta-feira, dia 4, Albino destacou que os vereadores terão a liberdade e os subsídios para questionar e defender o Governo. Ainda segundo o Prefeito, a Gestão Municipal terá a humildade necessária para ouvir e também para dialogar. “Vamos cometer erros? Vamos! Mas vamos corrigi-los, porque para isso nós teremos a humildade para corrigir quando errarmos”, alertou Sivaldo.

 
“Vou reconhecer cada momento que a gente errar. E vou agradecer a oposição quando apontar esses erros. Agora, oposição boa, responsável, que não faz com ódio… reconheça também os avanços…reconheça também quando a gente acertar. Reconheça também o que nós vamos fazer. Reconheça também como nós vamos mudar para melhor… porque isso é ser oposição. Isso é zelar por aquilo que lhe foi concedido, que é o mandato popular”, registrou o Prefeito Garanhuense, que concluiu dizendo: “independentemente de ser situação ou oposição, nós temos que pensar na Cidade”, analisou Sivaldo Albino. 

RELAÇÃO COM A CÂMARA – Dos 17 Parlamentares que integram a Câmara Municipal, atualmente o Prefeito de Garanhuns conta com 15 na bancada de sustentação ao seu Governo na Casa Raimundo de Moraes. Apenas Gersinho Filho (PTB) faz oposição declarada a gestão Sivaldo Albino, enquanto a vereadora Magda Alves (PP), se coloca numa postura de independência na Casa. 

A adesão de cerca de 90% dos Vereadores ao projeto de Governo de Sivaldo Albino relembra o inicio do 2º mandato do ex-prefeito Izaías Régis (sem partido), quando em 2017, iniciou a Gestão com todos os 13 vereadores na posição de Governistas, o que gerou diversos comentários quanto a independência do Poder Legislativo, mas sobretudo referente a indicação de pessoas ligadas aos Parlamentares para trabalhar na estrutura da Prefeitura. Apesar de reconhecer que a prática será mantida, o Prefeito Sivaldo Albino alertou que na atual Gestão o modelo de ‘acomodação’ das indicações vindas da Câmara sofrerá mudanças.

 
 
“É importante dizer que tinham muitas indicações no Governo passado e que é uma coisa natural de ter indicação. Agora todos sabem que não vai ter indicação na proporção que tinha no passado, de Vereador indicar aí 150, 200 pessoas dentro do Governo. Isso já deixei muito claro! Os Vereadores são parceiros e vão contribuir com a administração. Vão estar exercendo o papel deles dentro do Legislativo, mas o meu modelo de administrar realmente é diferente do que tinha da Gestão Anterior. Já deixei muito claro que nós não vamos fatiar o Governo. O Governo tem um compromisso com o social e com o desenvolvimento. Então o que for possível atender de Vereador, vamos atender, mas muito longe da proporção do que era na Administração passada”, declarou o Prefeito Sivaldo Albino em recente entrevista ao programa ‘O Arraiá do Gláucio Costa’, da Marano FM. 
Em recente análise na live do Blog do Cisneiros, o Major Lucena, que foi Vereador entre os anos de 2009 e 2012 e que convive diariamente nos bastidores da Câmara Municipal, especulou que cada Parlamentar Governista poderá indicar até 25 correligionários para atuar na gestão Sivaldo Albino. Caso essa soma se confirme, ao todo, os 15 Vereadores que integram a Bancada Governista serão responsáveis pela indicação de quase 400 Servidores Municipais.