w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 30 de outubro de 2013

O Projeto de Lei nº 041/2013, que
dispõe sobre os Feriados Municipais, criando o Dia de Garanhuns, a ser
vivenciado no segundo domingo do mês de março, em comemoração a data Magna do Município
e que extingue o feriado de 4 de fevereiro – instituído em 2009 -, referente ao
Aniversário da Cidade, não foi votado hoje na Câmara de Vereadores.
É que o Vereador Gil PM (PRB)
pediu vistas ao Projeto, com a justificativa de melhor analisar a matéria. A
ação do Parlamentar foi contentada ainda em Plenário pelo Vereador Alcindo
Correia (PROS) e também pelo Líder da Oposição, o vereador Sivaldo Albino
(PPS), que inclusive chegou a acusar o Governo Municipal de ter pressionado alguns
vereadores a votarem contrários a matéria. O secretário de Governo, Wanderley
Lopes, negou qualquer envolvimento do Prefeito Izaías Régis (PTB) com a
condução do Projeto.
Agora o Projeto de Lei volta
as Comissões Internas da Câmara e só poderá voltar a votação em Plenário num
prazo de 72 horas, conforme prevê o Regimento Interno da Câmara de Garanhuns. A
expectativa é que a matéria seja apreciada pelos Parlamentares na próxima
quarta-feira, dia 6 de novembro, por ocasião da 18º Reunião Ordinária. 

Como se trata de
uma votação por maioria absoluta, são necessários sete votos favoráveis para
aprovação da matéria, caso os 13 vereadores estejam presentes ao Plenário.