BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
terça-feira, 09 de fevereiro de 2021

O tradicional leilão da Festa de São
Sebastião, em Lagoa do Ouro, foi marcado por uma polêmica neste ano, que pode
ter ofuscado parte do brilho daquela festividade. É que segundo o vereador Espedito
Paulino (PSB), num ato de perseguição política, Ele teria sido impedido de apresentar o evento, ação que realizada há
22 anos. 


“Cheguei para apresentar o leilão
como faço há 22 anos e fui impedido de até pegar no microfone. Eu sei que as
coisas em Lagoa do Ouro mudaram, que tem um novo Prefeito, só não sabia que ele
também era dono da Festa da Igreja. Fiquei muito triste porque ao longo de
vários anos, com muita satisfação, organizei o leilão, visitei comerciantes e
pecuaristas para viabilizar a doação dos prêmios e agora ser tratado dessa
forma? Só porque não me curvo as vontades do Prefeito? Logo Quebra Santo que durante
a campanha usou o slogan: Política se faz com o coração e não perseguição!”,
indagou o vereador Espedito Paulino em contato com o Blog.

A POSIÇÃO DA PREFEITURA DE LAGOA DO
OURO –
Em nota, a Prefeitura de Lagoa do Ouro comentou que “o evento foi
apresentado por 3 (três) jovens locutores talentosos, da nossa cidade, que
revezaram a locução do evento com grande profissionalismo.
Diferentemente
de outros momentos em que as oportunidades eram para poucos, este é um Governo
de Todos e não há espaço para estrelismos!”. Ainda segundo o Governo de Lagoa do Ouro, “tais
alterações aconteceram de maneira natural, afinal, é normal que todos queiram
contribuir. Houve, no entanto, uma falta de compreensão de alguns quanto aos
organizadores e locutores do evento”, registrou a Administração Municipal em
trecho da Nota que pode ser conferida na integra clicando AQUI.


“NOTA DA PREFEITURA DE LAGOA DO OURO

A Prefeitura Municipal de
Lagoa do Ouro recebeu com surpresa, no último domingo (07), a tentativa de
alguns de politizar um evento religioso, questionando mudanças na realização da
Festa de São Sebastião. Tais alterações aconteceram de maneira natural, afinal,
é normal que todos queiram contribuir. Houve, no entanto, uma falta de
compreensão de alguns quanto aos organizadores e locutores do evento.

O evento foi apresentado por 3
(três) jovens locutores talentosos, da nossa cidade, que revezaram a locução do
evento com grande profissionalismo. Diferentemente de outros momentos em que as
oportunidades eram para poucos, este é um Governo de TODOS e não há espaço para
estrelismos!


A Prefeitura faz questão de contribuir com as festividades culturais e
religiosas do município, reconhecendo a sua importância e reafirmando o
compromisso de seguir no trabalho firme para que Lagoa do Ouro seja um lugar
melhor e com oportunidades para todos os seus munícipes.

Todo o nosso respeito e consideração ao Monsenhor Nelson e aos paroquianos.”.