w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 29 de março de 2017

 
Os consumidores residenciais da Celpe terão uma redução de 15,31% na
conta de abril, segundo uma estimativa feita pela Agência Nacional de Energia
Elétrica por conta de uma cobrança indevida feita na tarifa ligada à Usina
Nuclear de Angra 3. Na média nacional, a redução será de 20%. A Aneel regula o
setor elétrico.


Ainda de acordo com a agência, uma conta de conta de 100 quilowatts/hora que
tem um custo de R$ 44,11 sem impostos, terá uma diminuição de R$ 6,75, ficando
o total em R$ 37,35. Todo o cálculo foi realizado sem impostos. É bom lembrar
que ao colocar os impostos (o que inclui também as taxas e encargos), o preço
da conta tem um acréscimo estimado em pouco mais de 50%. 
A redução será só no mês de abril. 

VARIAÇÃO – A queda varia entre cada uma das
distribuidoras por conta dos diferentes prazos de cobrança da energia desse
encargo (taxa) cobrada para cobrir a contratação da energia de Angra 3 durante
2016. A Celpe cobrou esse encargo entre abril de 2016 e março de
2017. É por isso que o percentual de redução da distribuidora pernambucana é um
dos maiores.

Em contrapartida, também a partir do dia 29 de abril, está previsto o aumento na conta de
energia de todos os pernambucanos. Os percentuais definitivos serão homologados
pela diretoria da Aneel no próximo dia 25 de abril. 
(Com informações do JC online. CONFIRA)