w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sexta-feira, 22 de abril de 2022

 

Nesta quinta-feira, dia 21 de abril, completa um ano que a jovem Cláudia Nayara de Melo Claudino, de 24 anos, perdeu a vida tragicamente ao cair em um buraco, e por conta da força das chuvas, ter o corpo tragado pela tubulação na rua Antônio Paulo de Miranda, no centro de Garanhuns.  

 

 

Na noite em que Nayara morreu, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC) registrou uma chuva concentrada de 75 milímetros num período de pouco mais de uma hora na localidade. Após o acidente, um trabalho intenso do Corpo de Bombeiros foi desencadeado para intensificar as buscas, que foram finalizadas por volta das 10h do dia seguinte, 22 de abril de 2021, quando o corpo de Nayara foi encontrado às margens do Rio Mundaú.

 

 

Um ano após a Morte, a Família da Vítima segue buscando uma indenização para os quatro filhos menores que ficaram órfãos da Mãe e hoje vivem sob os cuidados da avó materna. “Eu quero Justiça. Já fui na Delegacia, procurei o Ministério Público; fui atrás de Vereadores e nada. Coloquei um Advogado mas é devagar demais; a Justiça é lenta e só queria mais agilidade sobre isso”, argumentou Júnior Araújo, viúvo de Nayara, em entrevista ao repórter Joab Alves, da TV Asa Branca.

 

 

RUA SEGUE INTERDITADA – Após um ano da tragédia, gerada pela força das chuvas e que também danificou o pavimento da Rua, a Antônio Paulo de Miranda segue parcialmente interditada. “Foram feitos apenas paliativos. O problema não se corrige e a rua está fechada desde a época que aconteceu o acidente”, pontuou o aposentado Márcio Guimarães, morador da Rua, em entrevista ao ABTV 2ª Edição da TV Asa Branca. “Tenho medo até de passar no meio da rua. Nem o caminhão do lixo passa por aqui, pois o pessoal tem medo do caminhão cair”, complementou a aposentada Maria da Conceição, que também reside na rua Antônio Paulo de Miranda.

 

 

De acordo com o engenheiro Narclébio Rezende, que integra a secretaria de Planejamento e Gestão da Prefeitura de Garanhuns, foram realizadas algumas intervenções no local, enquanto a Prefeitura trabalha na confecção de um Projeto que garantirá a solução do problema de forma definitiva. “É um Projeto complexo, que envolve toda a área hidrográfica da Região que deságua nesse setor (rua Antônio Paulo de Miranda). Estaremos fazendo com que a água seja direcionada de forma correta, por tubulação, dando o curso natural e desaguando na Avenida Senador Paulo Guerra”, argumentou o Profissional.

 

 

A POSIÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO – Em contato com a emissora do Grupo Globo, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) registrou que a Secretaria de Obras e Infraestrutura teria informado que até a próxima semana deve entregar a Comissão de Licitação os estudos necessários para a realização do procedimento licitatório para realização das obras no local. O MPPE disse ainda que solicitou informações complementares da Prefeitura e marcou uma nova reunião para a próxima segunda-feira, dia 25. O Órgão também registrou que se manifestou favorável ao pagamento de pensão mensal aos quatro filhos de Cláudia Nayara Claudino de Melo. (Blog do Carlos Eugênio – www.blogdocarloseugenio.com.br, com informações e imagens de reprodução do ABTV 2ª Edição, da TV Asa Branca)