BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quinta-feira, 22 de abril de 2021

Foi encontrado por volta das 10h desta quinta-feira, dia
22, o corpo de Cláudia Nayara Melo, de 24 anos, que estava desaparecida desde a
noite dessa quarta, dia 21, após trágico acidente na rua Antônio Paulo de
Miranda, no centro de Garanhuns. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Ela caiu
em um buraco formado durante as fortes chuvas que foram registradas na noite de
ontem, dia 21, desaparecendo na tubulação. O Corpo foi encontrado às margens do
Rio Mundaú, após cerca de 14 horas de buscas, próximo a uma estrada que dá
acesso ao Centro da Cidade e a cerca de 2km do local onde foi registrado o Acidente.

Os Bombeiros informaram que a Mulher estava junto com
outras pessoas tentando retirar um carro de um buraco formado pelo volume da
chuva. O Veículo estava estacionado na rua Antônio Paulo de Miranda e havia
sido arrastado pela força da água. O automóvel pertencia a um familiar da
Vítima. Os Bombeiros também ressaltaram que a Mulher desceu pela tubulação e
que, durante as buscas, com o intuito de encontrar a mulher, o calçamento foi
quebrado em vários pontos.

Ainda de acordo com os
Bombeiros, ao serem notificados do desaparecimento da Vítima, uma equipe de
resgate foi até o córrego onde a tubulação deságua para tentar localizá-la.
Mas, devido à baixa visibilidade, as buscas precisaram ser interrompidas por
volta das 2h desta quinta, dia 22. 

Segundo o Corpo de Bombeiros, as buscas
foram retomadas em torno das 5h30, quando a equipe entrou na tubulação para
tentar encontrar Nayara Melo. Profissionais da Defesa Civil; Secretaria de
Obras e Serviços Públicos; AMSTT; Polícia Militar e Corpo de Bombeiros
trabalharam nas buscas. O corpo de Cláudia Nayara Melo foi encaminhado ao IML,
em Caruaru. Ela deixa o marido e quatro filhos, com idades entre 2 e 7 anos.

  

RECLAMAÇÕES ANTES DA TRAGÉDIA – Em um vídeo publicado nas redes sociais, Nayara aparece momentos antes de sofrer o acidente reclamando das obras que vinham sendo realizadas na Rua em que residia. “Isso aqui está um absurdo. Essa rua só tem trabalhador. Isso aqui é uma coisa muito feia. Todo mundo trabalha aqui. Na porta da minha casa, está um buraco que ninguém pode sair nem entrar. Isso aqui é uma coisa muito feia”, registrou Nayara, ressaltando que as obras já duravam cerca de uma semana, além de fazer outras críticas a Gestão Municipal de Garanhuns.     

A POSIÇÃO DA PREFEITURA – Por meio de nota, a Prefeitura
de Garanhuns registrou que “as fortes chuvas no início da noite desta
quarta-feira (21), infiltraram, romperam tubulações e causaram diversos
estragos no Município, a exemplo da rua Antônio Paulo de Miranda, que
infelizmente contou com uma Vítima fatal, em trágico acidente”. O Governo de
Garanhuns também esclareceu que “um outro buraco estava isolado com cavaletes,
não sendo o mesmo do acidente”, e que mesmo com o serviço realizado pela Secretaria
de Obras em outro local da rua, não haveria “qualquer ligação com a cratera das
chuvas de ontem”, salientou a Prefeitura em trecho da Nota distribuída à Imprensa.

MAIS CHUVAS PARA HOJE EM GARANHUNS –
O meteorologista da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), Thiago do
Vale, revelou nas últimas 24 horas, as estações de monitoramento registraram
chuvas de 38 mm e 75 mm aqui em Garanhuns, todavia as chuvas ocorreram de forma
isolada. A previsão para esta quinta é de continuidade das chuvas no início da
tarde e início da noite, com intensidade fraca a moderada.
(Com informações
e imagens do G1/Caruaru/Joab Alves/TV Asa Branca; Rádio Jornal Garanhuns, Comando Policial e Portal Agreste Violento)