w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | segunda-feira, 24 de março de 2014

O Tenente reformado do
Exército Brasileiro, Josué Carneiro dos Santos, conhecido
popularmente por Tenente Santos, foi assassinado a tiros na noite deste domingo,
dia 23, no bairro de Nova Descoberta, Zona Norte do Recife.
O Tenente que residia no
bairro Aloisio Pinto, aqui em Garanhuns, serviu no 71º BI Mtz e comandou a
Guarda Municipal durante o Governo de Luiz Carlos de Oliveira. Ele estava jogando
baralho numa calçada, na rua Nova Descoberta, quando, juntamente com o
protético Aílton Adalto da Silva, de 45 anos, foi baleado por dois homens, que
chegaram numa moto atirando. O Crime ocorreu por volta das 22h. O Protético morreu
no local, já o Tenente Santos faleceu a caminho do Hospital.
Santos, que também atuava como
professor de Matemática, estava visitando uma irmã no Recife e retornaria a
Garanhuns nesta segunda. “Ele foi para a Igreja e disse ‘vou fumar um
cigarrinho aqui fora’. Sentou ali. E foi bala perdida, ele não tinha nada a ver
com isso”, disse a senhora Ana Gouveia, irmã da vítima, muito emocionada.
Local do Crime./Reprodução G1. 
Segundo a Polícia, o protético
Aílton Adalto da Silva – a outra vítima – teria envolvimento com drogas e
residia defronte ao local do crime. Ainda de acordo com a Polícia, ele poderia
ser o verdadeiro alvo dos bandidos.



PRISÃO
DE SUSPEITO –
E
um homem foi preso sob suspeita de efetuado os disparos que ocasionaram a morte
do Protético e do Tenente Santos. Trata-se de Thiago Carvalho de Oliveira, de
27 anos, que foi detido em casa, na comunidade Alto das Queimadas, no mesmo
bairro onde ocorreu o Crime. Com ele, a Polícia apreendeu um revólver calibre
38 e 12 munições. Thiago foi levado para a Central de Flagrantes, onde se
descobriu que ele tinha antecedentes criminais. Os crimes vêm sendo
investigados pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que tem a
frente o Delegado Valcir Martins. (Com
informações do JC Online e G1 Caruaru).