w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | segunda-feira, 30 de maio de 2022

 

O número de pessoas que morreram em meio às fortes chuvas que atingem Pernambuco subiu para 84. A informação foi dada pelo Governador Paulo Câmara (PSB), em entrevista coletiva concedida no início da noite desse domingo, dia 29.

 

 

De acordo com ele, foram 79 vítimas fatais registradas das 18h de sexta-feira, dia 27, até este domingo. Somadas às cinco mortes registradas também por causa das chuvas, desde a última quarta-feira, dia 25, o número chega a 84. Até o começo da tarde, segundo o Governo Estadual, 56 pessoas seguiam desaparecidas. Além disso, 3.957 estavam desabrigados, principalmente nos municípios da Região Metropolitana e na Mata Norte.

 

 

Catorze municípios a decretaram situação de emergência: Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São José da Coroa Grande, Moreno, Nazaré, Macaparana, Cabo de Santo Agostinho, São Vicente Ferrer, Paudalho, Paulista, Goiana, Timbaúba e Camaragibe. O Governador anunciou a liberação de R$ 100 milhões para os Municípios afetados pela chuva. O recurso deve ser utilizado para os trabalhos de busca e salvamento, obras urgentes e de infraestrutura e estará disponível esta semana.

 

 

Para reforçar as ações e socorro à população, os 92 novos soldados do Corpo de Bombeiros que foram nomeados no sábado, dia 28, já começaram a trabalhar nesse domingo, dia 29. O estado também recebeu bombeiros da Paraíba e profissionais de Minas Gerais, todos especializados no atendimento a casos de deslizamentos, segundo o governo Estadual. A prefeitura do Recife recebeu apoio da Defesa Civil do Rio de Janeiro. Além das forças de segurança estaduais, o Exército e a Marinha auxiliam nos resgates com cem e vinte profissionais, respectivamente, e seis embarcações. As escalas foram reforçadas também no Instituto de Medicina Legal (IML), informou o estado.

 

 

BARRAGENS VERTENDO – Neste domingo, dia 29, quinze barragens do Grande Recife, Agreste e Zona da Mata estavam vertendo. As barragens de Inhúmas e do Mundaú, em Garanhuns estão entre os mananciais que chegaram a transbordar. (Com informações do G1/Pernambuco. CONFIRA)