BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quinta-feira, 18 de março de 2021

Em entrevista à Rádio Jornal Garanhuns na manhã de ontem, dia 16, o Prefeito Sivaldo Albino (PSB) registrou que já tem mais de R$ 30 milhões de reais em reservas nas contas bancárias da Prefeitura de Garanhuns. O montante, segundo Albino, é fruto da economia realizada por sua Gestão nesse início de mandato.
 

 

De acordo com números apresentados pelo Prefeito e visualizados pelo radialista Eduardo Peixoto, até o dia 12 de março, Sivaldo já conseguiu economizar R$ 29.421,548,56, de receita própria e da educação, além de R$ 1.001,193,84, que já está reservado, segundo Albino, para o pagamento do 13º salário dos Servidores Municipais. “Essa é a economia que a gestão do Governo Sivaldo Albino conseguiu fazer até o último dia 12/3”, registrou Sivaldo, que garantiu: “esse montante que estamos economizando vai voltar à população, com ações, com obras importantes, que nós estamos planejamento algumas que vão para licitação já nesse mês de março”. 
 Ainda segundo o Prefeito, a economia foi possível graças ao “enxugamento da máquina”. Ele também garantiu, que mesmo cortando gastos, ainda foi possível ampliar serviços nas áreas da saúde, da educação, da infraestrutura e de obras, entre outras, todavia sem citar essas ações. “A economia que se teve na Secretaria de Infraestrutura e Obras, por mês, incluindo serviços, compra de peças e combustível, foi de quase um milhão de reais, mês, comparando com o exercício anterior (2020)”, constatou Sivaldo. Ele não apresentou documentos que comprovassem a redução, mas garantiu que os enviaria ao radialista Eduardo Peixoto.
 

 

QUEDA NAS ARRECADAÇÕES E DEDUÇÕES – Ainda durante a entrevista na Rádio Jornal, o Prefeito Sivaldo Albino citou a redução nas arrecadações da Prefeitura de Garanhuns referentes aos meses de janeiro e fevereiro, em relação ao mesmo período do ano passado, quando o País ainda não vivenciava a pandemia da COVID-19. Segundo Albino, houve uma redução de cerca de R$ 6 milhões de reais na arrecadação do Município só nos últimos dois meses. 
O Prefeito também citou que a Prefeitura vem contando com deduções, realizadas pelo Governo Federal, tanto nos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), quando do Fundo Municipal de Saúde, que juntas, somam cerca de R$ 4 milhões de reais. Segundo Sivaldo, esses descontos estão ocorrendo por conta da falta de recolhimento do INSS por parte da Gestão Izaías Régis. Em entrevista ao Blog do Roberto Almeida, o Procurador Geral do Município, Paulo Couto registrou que a Municipalidade ingressará na Justiça Federal para responsabilizar o ex-prefeito Izaías Régis pelo não recolhimento do INSS e o consequente corte nas verbas municipais. O ex-prefeito Izaías Régis ainda não se pronunciou sobre o assunto.