w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Cerca de 1.000 pessoas promoveram
uma manifestação pacífica na tarde/inicio de noite desta quarta-feira, dia 19,
em São João. Os manifestantes queimaram pneus e fecharam trecho da rodovia PE
177, que liga Garanhuns a São João e é um dos principais acessos ao estado de
Alagoas.
“Estamos mostrando toda a
nossa indignação, haja vista que o TRE não vem respeitando a vontade da maioria
da população de São João, que elegeu o Prefeito Genaldi nas urnas”, registrou
uma professora efetiva da Cidade, que participou da movimentação.
Com faixas, cartazes e usando
carro-de-som, os manifestantes mostravam toda a indignação quanto a cassação do
Prefeito Genaldi Zumba (PSB), efetivada nos últimos dias numa decisão do Tribunal
Regional Eleitoral, que inclusive marcou uma nova eleição no Município para o próximo
dia 6 de abril. Os vereadores Galo; Geraldo do Cestão; Júnior Preto e Maikon
Correia também estavam entre os manifestantes e discursaram para um grupo
inflamado. Genaldi não foi visto entre os manifestantes. O candidato a Prefeito,
Genival Zumba, e a candidata a Vice-prefeita Joseuda Assis também não foram registrados
entre o Grupo de Manifestantes.  
Uma longa fila de veículos foi
formada nos dois sentidos da rodovia. No sentido Garanhuns-São João a fila de
veículos começava no Monumento Rosa dos Ventos. “A reivindicação do pessoal
pode ser até justa, mas paralisar a rodovia e atrapalhar a vida de quem
pretende chegar em casa é injusto”, pontuou o comerciante Juarez Ferreira, do
município de Canhotinho. A Polícia Militar e patrulheiros da Polícia Rodoviária
Federal mantiveram contato com as lideranças do protesto e conseguiram por
volta das 19h liberar o trafego na Rodovia. Informações extra-oficiais garantem que um manifestante foi preso e, depois de ouvido pela Polícia, em Garanhuns, liberado. 

Alegando um clima de
insegurança na Cidade, o Prefeito Interino Jamesson Guilherme (PR), resolveu cancelar
uma entrevista coletiva que estava prevista para as 16h, na sede da Prefeitura.
O Presidente da Câmara, que assumiu interinamente o Governo São-joanense por
conta da cassação de Genaldi, resolveu mudar a estratégia de levar suas
denúncias à mídia e vai conceder entrevistas em algumas emissoras de rádio em
Garanhuns nesta quinta-feira. Guilherme também promete enviar a Imprensa um
relatório com dados e fotos, mostrando, segundo ele, “as condições precárias em
que recebeu a Prefeitura”.  

Confira mais imagens da Manifestação. Clique em Mais Informações: