w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | domingo, 27 de outubro de 2013

Essa é destaque no
Jornal do Commercio de 27/10/2013:

“Menos de um ano para a próxima eleição, as estratégias
dos partidos com vistas ao Palácio do Campo das Princesas tendem a esquentar. E
nesta corrida eleitoral, parte da atenção das legendas será voltada para a
montagem de alianças, de olho nos votos. Três agremiações com prováveis
postulantes ao governo – PSB, PTB e PT – obtiveram, segundo o Tribunal Superior
Eleitoral (TSE), 3.512.801 votos nas eleições de 2012. Esse grupo elegeu 95 dos
184 prefeitos e 666 dos 2.032 vereadores do Estado. Contudo, com a entrega dos
cargos ocupados por petebistas e petistas na gestão socialista, os “exércitos”
tendem a lutar em trincheiras opostas.
O PSB do governador e presidenciável Eduardo Campos foi o
campeão nas eleições de 2012. A legenda obteve 1.991.556 votos para prefeitos e
vereadores no Estado, segundo o TSE. A sigla conseguiu eleger 57 gestores
municipais e 308 vereadores, sem levar em conta o troca-troca partidário,
encerrado no dia 5 deste mês.
Já o PTB do senador Armando Monteiro – nome certo na
disputa pelo governo do Estado –, elegeu o segundo maior quantitativo de
prefeitos em 2012: 25. Nas Câmaras municipais, os petebistas são 218 nomes, 90
a menos do que o PSB. Em números totais de votos, porém, ficou na terceira
colocação, com 770.277 votos, atrás do PSDB. Mais da metade dos sufrágios do
partido foram dedicados aos candidatos a prefeitos: 437.163 votos. Assim como
os socialistas, os petebistas conquistaram prefeituras em todas as regiões do
Estado, com predominância, sobretudo, no Agreste e Sertão pernambucano.
Mesmo perdendo a Prefeitura do Recife para seu principal
adversário em 2012, o PT pernambucano fez 13 prefeitos e 140 vereadores naquele
pleito. O Partido dos Trabalhadores formou a sexta maior “bancada” de gestores
municipais no Estado, obtendo 750.968 votos totais. Em número de prefeitos,
além do PSB e PTB, os petistas perderam para o PSD (21), PSDB (19) e PR (17). No
ninho do PT, cogita-se lançar o nome do deputado federal e ex-prefeito do
Recife, João Paulo, para o governo do Estado.

NA
OPOSIÇÃO
– Oficialmente
na oposição em Pernambuco, o PSDB desponta como o partido que mais teve votos
após o PSB. Os tucanos somaram 901.600 sufrágios para prefeitos e vereadores,
mas somente conseguiram eleger 19 gestores e 129 parlamentares no Estado. No
mesmo barco, ainda estão o DEM, PPS e PMN que, juntos, tiveram 547.735 votos no
pleito passado. 

O grupo formou 132 vereadores e fez um único gestor municipal”.
(José Accioly/JC)


Para acessar um raio-x completo dos partidos em Pernambuco, clique em Mais Informações: