BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

O Governo de Pernambuco divulgou o
calendário de pagamento do 13° do Bolsa Família de 2020, que será realizado nos
meses de fevereiro, março e abril. Em seu segundo ano de execução, o programa
coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude
vai movimentar R$ 154 milhões na economia do Estado. Um total de 1.190.295
famílias vão receber as parcelas extras. 

O primeiro grupo de beneficiários,
que contempla os aniversariantes dos meses de janeiro, fevereiro, março e
abril, começa a receber o pagamento no próximo dia 11 de fevereiro. A disponibilização
da parcela extra, que pode chegar até R$ 150,00, será feita de acordo com o final
do Número de Identificação Social (NIS) do usuário, começando com os de final um
(1) no dia 11 e seguindo até o dia 26 de fevereiro.

Já os aniversariantes de maio,
junho, julho e agosto começam a receber o pagamento do 13º do Bolsa Família de
Pernambuco no dia 18 de março (com final do NIS um). Esta etapa segue até o dia
31 de março. O mês de abril vai beneficiar quem completa aniversário nos meses
de setembro, outubro, novembro e dezembro, sendo iniciado o pagamento no dia 16
e seguindo até o dia 30, conforme o final do NIS do beneficiário.

O pagamento da 13ª parcela do
Bolsa Família de Pernambuco será realizado nos mesmos locais e com o cartão já
utilizado pelo beneficiário, e só terá direito à parcela extra quem recebeu o
Bolsa Família durante pelo menos metade dos meses do período de apuração,
intercalado ou em meses seguidos. Recebem o abono as pessoas inscritas no Bolsa
Família por pelo menos seis meses (corridos os intercalados).  Em
Pernambuco, o programa virou lei e terá vigência até o final da gestão do
Governador Paulo Câmara (PSB). 

VALORES – Para saber
quanto vão receber do 13°, os beneficiários podem entrar no link:  http://www.sdscj.pe.gov.br
 ou tirar dúvidas pela Ouvidoria Social
pelo telefone 0800.0814421, de segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das
13 às 17h. É preciso ter em mãos o Número de Identificação Social (NIS),
que pode ser conferido nos cartões do Bolsa Família, e a data do nascimento do
titular. Clique AQUI e saiba mais sobre o 13° do Bolsa Família de
Pernambuco.
(Com informações e imagens do JC Online. CONFIRA)

CONFIRA AS REGRAS CLICANDO AQUI

 

13° DO BOLSA FAMÍLIA DE
PERNAMBUCO

O 13° do Bolsa Família é o
pagamento de uma parcela única a mais aos beneficiários, referente a cada ano.
As pessoas recebem o mesmo valor mensal ou podem elevar a parcela até R$ 150
caso comprem produtos cadastrando o CPF na nota fiscal eletrônica. Os produtos
podem ser alimentos, gás de cozinha, vestuários, calçados, material de limpeza,
higiene pessoal e medicamentos. Do valor total de compras cadastradas no CPF,
5% serão revertidos para aumentar o valor do Bolsa Família. Por exemplo, se uma
pessoa somou R$ 500 de compras com o CPF, R$ 25 vão incrementar o valor do
benefício. 

A adesão do aumento do valor do
benefício com a inserção do CPF na Nota Fiscal ainda vem tendo pouca
adesão. Do total de R$ 1,1 milhão de pessoas apenas 16,7% se beneficiaram,
representando um acréscimo de R$ 12,7 milhões no valor total dos
benefícios.