BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
terça-feira, 21 de abril de 2020

 
O isolamento social ainda é a
medida mais eficaz para conter a proliferação do Novo Coronavírus, de acordo
com entidades sanitárias e a Organização Mundial da Saúde. No entanto,
Pernambuco tem apresentado uma diminuição no número de pessoas aderindo ao ato
de ficar em casa. Segundo o secretário estadual de Saúde, André Longo, o Estado
registra 50% de isolamento social, quando o ideal seria ter 70% da população
adotando a medida.
“Gostaríamos de fazer um apelo
à população pernambucana. Diante do que temos visto em relação ao índice de
isolamento que tem caído, nos traz grande preocupação e temor sobre as
consequências dessa redução. Apesar dos esforços que o Governo tem feito para
que a rede pública tenha estrutura para combater os efeitos do Coronavírus, a
gente sabe que todos os modelos matemáticos apontam para um aumento do número
de casos e, consequentemente, de mortes. Se a gente não fizer o isolamento mais
adequado, resultará numa curva mais acelerada, mais íngreme de crescimento da
epidemia e maior número de óbitos no estado e no país”, disse o secretário
estadual de Saúde, André Longo, durante coletiva online.
Pernambuco conta com 300
leitos de UTI para a COVID-19 e já registra ocupação de 99% deles. Os números
apresentados diariamente pela Secretaria Estadual de Saúde continuam sendo
preocupantes. “O passo que estávamos à frente da epidemia não existe mais.
Agora estamos alinhados, epidemia e quantidade de leitos. Esse número impõe
situação crítica que já coloca algumas pessoas na fila aguardando por mais
tempo do que deveria por um leito de UTI e preocupando todos os dias se abre um
novo leito”, destacou André Longo. (Com informações de Carolina
Fonsêca
/JC. CONFIRA)



Clique em player e confira parte da coletiva do Secretário Estadual de Saúde, André Longo: