w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quinta-feira, 19 de maio de 2022

 

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), através da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns. instaurou um Inquérito Civil para apurar “notícia de suposto acúmulo ilegal de cargos” pela Secretária de Educação de Garanhuns, Wilza Vitorino.

 

 

De acordo com o procedimento instaurado pelo Promotor Bruno Miquelao Gottardi, o MPPE recebeu quatro manifestações (denúncias) noticiando às supostas irregularidades. Ainda segundo o Inquérito, publicado no Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público dessa quarta-feira, dia 18, existe “a necessidade de manifestação da administração municipal, que até o momento não se pronunciou apesar de requisitório ministerial”. Como providência, o Promotor concedeu prazo de 10 dias úteis para que o Município, por meio de sua Procuradoria Municipal, “preste esclarecimentos sobre os fatos noticiados, encaminhando-nos os documentos comprobatórios pertinentes”.

 

 

A POSIÇÃO DA PREFEITURA – Por meio de Nota, a Prefeitura de Garanhuns esclareceu que “a denúncia não procede”. Ainda segundo a Administração Municipal, “a professora Wilza Vitorino, secretária de Educação, mantém vínculo trabalhista apenas no município de Garanhuns” e que “a denúncia é infundada e tem o objetivo de tentar manchar o grande trabalho que a Secretária vem desenvolvendo em Garanhuns, que em pouco mais de um ano vê a Educação crescer”. Ainda segundo a Nota, a “Prefeitura prestará todos os esclarecimentos no momento em que for convocada oficialmente”. (Blog do Carlos Eugênio – www.blogdocarloseugenio.com.br )

 

 

* CASA A VENDA NO BAIRRO SÃO JOSÉ
– Próximo ao Bonanza, da rua 15 de Novembro. Para mais informações ligue e agende uma visita com nossos Corretores: ☎ (87) 3764-1088 e 📱 (87) 9 9926-0223 (WhatsApp).
– Acesse também nosso site: www.manoimoveis.com.br