BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sábado, 21 de setembro de 2019

 
Dois homens, de 36 e 40 anos,
que transportavam duas espingardas e três aves silvestres abatidas, foram
detidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nessa sexta-feira, dia 20, na BR
424, aqui em Garanhuns. Dois cães de caça da raça Perdigueiro eram
transportados sem ventilação dentro da caçamba coberta de uma caminhonete.
O flagrante aconteceu durante
a abordagem ao veículo no quilômetro 91 da Rodovia. Ao verificar o interior da
caminhonete, foram encontradas duas espingardas calibre .28 e 73 munições,
sendo 14 deflagradas, além de três aves da espécie Codornas do Nordeste.

Os homens informaram que
haviam passado a manhã caçando aves na zona rural de Terezinha, um município
vizinho de Garanhuns. Eles não portavam o documento de porte obrigatório das
armas. A dupla foi detida e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de
Garanhuns. Eles devem responder por porte ilegal de arma de fogo, crime
ambiental e maus tratos de animais.

ADOLESCENTE É ENCONTRADO
SEM AUTORIZAÇÃO JUDICIAL PARA VIAJAR –
Um adolescente de 14 anos que não
possuía autorização judicial para viajar foi encontrado em um ônibus
interestadual, na noite dessa quarta-feira, dia 18, na BR-423, aqui
 em Garanhuns.
A ação foi realizada durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal
(PRF) a um coletivo que havia saído do Rio de janeiro em direção a Paraíba.
A ocorrência foi registrada em
uma abordagem no quilômetro 93 da rodovia. Ao verificar que o adolescente
viajava desacompanhado dos pais ou responsáveis, solicitaram que ele
desembarcasse do coletivo. Um passageiro informou que ao saber da situação do
garoto, resolveu acompanhá-lo até o destino final, na cidade paraibana de
Guarabira. O adolescente disse aos policiais que havia sido enviado pela mãe
para encontrar o pai dele que reside na Paraíba, mas não recebeu nenhum
documento que autorizasse o deslocamento sozinho.

O Conselho Tutelar de
Garanhuns foi acionado e conduziu o garoto para passar a noite em um abrigo do Município.
Ele foi encaminhado à Vara da Infância e Juventude, que acionará os pais para
realizar os devidos encaminhamentos.
(Com informações da PRF e do G1/Caruaru)