w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sexta-feira, 01 de setembro de 2017

 
A Prefeitura de Garanhuns se
pronunciou oficialmente sobre a demissão de funcionários da Empresa Locar
Saneamento Ambiental Ltda, que presta serviços de limpeza urbana em Garanhuns.
Confira a Nota de Esclarecimento:   
“NOTA DE ESCLARECIMENTO –
SITUAÇÃO LOCAR – Quanto ao texto divulgado a respeito das demissões da empresa
Locar, é preciso informar à população que não há, nem nunca houve, intenção do
Governo Municipal de prejudicar quem quer que seja, muito menos famílias de
funcionários de uma empresa contratada pela Prefeitura.
É de conhecimento de todos os
brasileiros a situação delicada pela qual todo o país está passando e é óbvio
que o Município também sofra nesse sentido. Desde o princípio de todas as
dificuldades, o Governo Municipal vem se esforçando ao máximo para que os
impactos da situação econômica nacional não seja tão drástico em Garanhuns. Mas
há 3 meses o Município foi surpreendido com um bloqueio judicial em suas
contas, decorrentes de um ação judicial referente à gestão anterior. Desde
junho foram bloqueados R$ 8 milhões, dinheiro que seria para pagamento da folha
da educação, e que o Município teve que pagar com recursos próprios.  O Município também vem arcando com recursos
próprios, as obrigações do Governo do Estado com Farmácia Básica e SAMU, para
que esses serviços extremamente importantes para a população não parem. São
mais de R$ 2,7 milhões que vêm sendo custeados pelo Município.  A conta é simples, se tivemos que usar os
recursos próprios para pagar conta do Governo do Estado e cumprir com a folha
salarial prejudicada pelo bloqueio judicial, iria faltar em algum lugar.
Com a responsabilidade de sempre
na gestão dos recursos públicos, a nossa Gestão, por meio da Secretaria de
Finanças está realizando uma readequação de despesas priorizando os pagamentos
da folha dos servidores e a manutenção de serviços essenciais. Diante desse
cenário, o contrato com a Locar será readequado para que seja possível a
redução dos custos. Cremos que diante da readequação do contrato junto à
Prefeitura, a Empresa também terá que realizar readequações nos seus custos.  Quanto aos pagamentos, é necessário antes de
tudo receber as notas fiscais e as medições. A última nota fiscal entregue pela
Locar à Secretaria de Finanças compete ao mês de maio e está sendo liquidada
hoje (01/09). As notas e medições de junho, julho e agosto ainda não foram
entregues e, portanto, não podem ser programadas para pagamento. Tão logo sejam
entregues irão para a programação financeira.



Sendo assim, o Governo Municipal
mostra que vem fazendo a parte dele para que todas as dificuldades sejam
sanadas e Garanhuns permaneça no crescimento que vem registrando nos últimos
quatro anos. Contamos com a compreensão da população, o momento não é fácil,
mas estamos firmes na busca das melhores soluções”.