BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sexta-feira, 03 de abril de 2020

Atualizada as 23h10min, de 02/04/2020


Mesmo vivenciando uma
série de medidas de prevenção ao contágio pelo Novo Coronavírus, aqui em Garanhuns,
sobretudo no aspecto da aglomeração de pessoas, grande parte dos consumidores que estiveram hoje, dia 2, na Feira Livre
da
Avenida Oliveira Lima, no bairro Heliópolis, se mostrou satisfeita com as medidas adotadas pela Prefeitura de Garanhuns, atendendo às
recomendações do Ministério Público de Pernambuco.
Equipes das secretarias de
Saúde e de Agricultura, através da Vigilância Sanitária e da Fiscalização de Abastecimento, realizaram um
trabalho de conscientização e orientação junto aos feirantes e consumidores. Foram
distribuídos panfletos e álcool 70%, em forma líquida, para os usuários da Feira Livre. 

Além disso, a Empresa Concessionária de Serviços nas Feiras Livres respeitou o limite de dois metros de distanciamento entre as bancas dos
feirantes, que foram dispostas em corredores com o dobro do tamanho padrão. Também
foi atendida a determinação para comercialização exclusiva de produtos do
gênero alimentício, dentre eles: hortaliças, frutas, legumes, carnes, peixes e
aves. Nenhum item foi comercializado no chão da feira.


De acordo com informações do Coordenador
Vigilância Sanitária Municipal, Paulo Jorge Valença, trabalho semelhante será
desenvolvido nas demais feiras livres da Cidade, visando proporcionar o
abastecimento seguro da população, evitando a aglomerações desnecessárias nos
espaços.


Vale registrar que as feiras
nos bairros continuarão funcionando nos dias já estabelecidos, bem como na
Central de Abastecimento de Garanhuns (CEAGA), que vai contar aos sábados, porém com um
espaçamento maior para a comercialização dos produtos e será finalizada às 14h.
Já a feira realizada defronte ao Mercado 18 de Agosto, funcionará apenas aos sábados. Para garantir
um maior espaçamento entre as bancas, a AMSTT fará interdições temporárias nas imediações
do Mercado 18 de Agosto; da Feirinha da Boa Vista e da Feira da Avenida Santa
Terezinha, no Magano. 


FEIRANTES RECLAMAM DA
EMPRESA CONCESSIONÁRIA –
Mas se por um lado alguns consumidores aprovaram
as medidas sanitárias adotadas na Feira da Oliveira Lima, feirantes relataram a
reportagem do ABTV 2ª Edição, da TV Asa Branca, que a Empresa Concessionária de
Serviços nas Feiras Livres, a Plena Gestão Empresarial, não disponibilizou o álcool
em gel 70%, permitindo que os consumidores higienizassem as mãos, conforme
prevê a Recomendação PGJ nº 19/2020, expedida pelo procurador-geral de Justiça
do Ministério Público de Pernambuco, Francisco Dirceu Barros. 


Todavia, a reportagem
também mostrou que profissionais da Secretaria de Saúde ofertaram o serviço
borrifando álcool líquido 70% na entrada e saída, bem como circulando entre as
pessoas durante a feira.


Em entrevista ao repórter Diogo
Franco, a representante da Plena Gestão Empresarial, Cleonice Andrade, registrou
que ao invés do álcool 70% foram disponibilizados materiais de limpeza (detergente
líquido e toalhas de papel) para higienizar as mãos dos feirantes no ponto de
apoio da feira, onde também estão instalados os sanitários.


Ouvida pela reportagem do ABTV
2ª Edição, a Prefeitura de Garanhuns disse que tomou conhecimento da situação
da feira e vai se reunir com a Empresa Concessionária de Serviços nas Feiras
Livres da Cidade para resolver essa questão. Já o Ministério Público, através
da Promotoria de Justiça de Saúde de Garanhuns já oficiou o Município para
receber informações sobre as medidas que estão sendo adotadas para cumprir as
exigências pelas autoridades na contenção da COVID-19.


Clique em Player e confira
a reportagem da TV Asa Branca/Rede Globo:   
 



Confira material divulgado pela Secretaria de Comunicação Social sobre o trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Garanhuns na Feira da Oliveira Lima clicando em player: