w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quinta-feira, 09 de junho de 2022

 

Em entrevista ao Programa Comando Geral, do portal Comando Policial, o secretário de Obras e Infraestrutura de Garanhuns, Fá Albino, registrou que o projeto iniciado na Avenida Senador Paulo Guerra para resolver a cratera gerada pela força das chuvas; por problemas de drenagem e durante a execução de um projeto realizado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão foi deixado de lado e as obras agora adotarão uma nova solução de engenharia, que tornarão os serviços mais ágeis, com a previsão de solução num prazo de 30 dias.

 

 

De acordo com informações registradas na mídia por vários membros da Prefeitura, o projeto inicial previa a construção de uma ponte de cerca de 20 metros de extensão. Durante a execução foram realizados cortes no terreno, que fragilizaram a estrutura de algumas residências no entorno da obra, inclusive, atualmente as famílias de três casas estão fora dos seus lares, atendendo a recomendação do Defesa Civil Municipal, já que as habitações oferecem risco de desabamento.

 

 

Diante da complicação, foi constatada a necessidade da construção de murros de arrimo para preservar a estrutura das encostas e consequentemente das casas. Com a chegada das chuvas e a ampliação do problema, decidiu-se por deixar de lado o projeto anterior e rescindir, “amigavelmente”, o contrato com a Empresa que executava os serviços. O Engenheiro responsável pelo Projeto, que integra a equipe da Secretaria de Planejamento e Gestão, foi demitido da função Comissionada que exercia na Pasta.  

 

 

Agora, segundo Fá Albino, a empresa Secular Comércio Construção e Representação EIRELI terá um prazo de trinta dias, a contar de hoje, dia 9, para executar as obras de requalificação emergencial da Estrada do Flamengo e da Avenida Senador Paulo Guerra. Durante a entrevista ao jornalista Aurimar Ferreira, Albino não trouxe detalhes da nova solução que será dada aos serviços, mas garantiu que “com trinta dias, a gente quer que todo mundo volte a ter a vida normal naquela área”, pontuou o Secretário, registrando que a nova Empresa contratada tem capacidade para trabalhar, inclusive, nesse período chuvoso. (Com imagens do Programa Comando Geral)