w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | domingo, 24 de setembro de 2017

 
O juiz do Tribunal de Justiça do Maranhão Raphael Leite Guedes condenou
a ex-prefeita do município de Bom Jardim, Lidiane Leite, por supostos desvios de R$ 988 mil que seriam
destinados a obras de asfaltamento das ruas da Cidade nunca executadas. O Magistrado
ainda a sentenciou a devolver o montante aos cofres públicos, além de multa
correspondente a 100 vezes o valor de seu salário quando ocupava o cargo e
perda de direitos políticos por cinco anos. Segundo o juiz, a ex-prefeita fez
‘uso unicamente pessoal’ das verbas.
Lidiane ‘ostentação’ foi presa pela Polícia Federal, em 2015. Em seus
perfis nas redes sociais, ela publicava ‘selfies’ que revelavam um cotidiano de
luxo contrastante ao da cidade de Bom Jardim – município de 40 mil habitantes,
à beira da miséria, com um dos menores IDHs do Brasil. 
Carros de luxo, festas e preocupação com a beleza, o que inclui até
cirurgia plástica, marcavam o dia a dia da moça que se candidatou à prefeitura
de Bom Jardim pela coligação “A esperança do povo”. 

Lidiane foi presa por decreto da Justiça Federal sob
suspeita de desvios de recursos da merenda escolar do município. Ela ficou 39
dias foragida e se apresentou. Após 11 dias, foi solta com tornozeleira
eletrônica. Entre os diversos processos pelos quais responde na Justiça, ela é
acusada de desvios em obras em escolas, 
fornecimento de merenda escolar, pavimentação
das ruas e até mesmo na compra de caixões para o serviço funerário de Bom
Jardim.
(Com informações de Estadão Conteúdo)