BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quarta-feira, 10 de março de 2021

O
Promotor Domingos Sávio e outros Promotores que atuam em Municípios com mais de
cem mil habitantes, estiveram reunidos na última segunda-feira, dia 8, com o
Secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo. Em pauta, a proximidade de um
colapso na rede de saúde pública referente a ocupação dos leitos de UTI para
tratamento de pacientes graves com COVID-19 em todo o Estado.

“Nós
indagamos a situação de Garanhuns e o secretário Estadual de Saúde disse que os
leitos de UTI da UPAE (10, que foram desativados ainda no ano passado) devem ser reativados e
que também está em diálogo com a direção do Hospital Perpétuo Socorro para
ampliação dos leitos de UTI daquela Unidade”, registrou o promotor Domingos Sávio.

Garanhuns
possui apenas vinte leitos de UTI regulados pelo Sistema Único de Saúde (SUS),
que também atendem pacientes dos 21 municípios do Agreste Meridional. Na última
segunda-feira, dia 8, segundo informações do G1, a cidade estava com 17 dos 20
leitos de UTI ocupados. Além desses leitos, o Hospital Monte Sinai registrou
que os leitos, que possuem respiradores, estavam com 40% de lotação. Segundo o
Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a Unidade Particular possui 4
respiradores, e de acordo com o CREMEPE, um leito só pode ser considerado de UTI
caso possua um respirador.

RESPONSABILIDADE DA PREFEITURA – Também foi lembrado na reunião entre os
Promotores e o secretário André Longo a necessidade de a Prefeitura de
Garanhuns implantar os seus leitos de UTI. É que o Município tem capacidade de
ativar leitos com essas caracteríticas, já que dispõe de 11 respiradores, sendo 7 fixos, 2 móveis
e outros 2 móveis que estão cedidos ao SAMU.

Atualmente,
a responsabilidade do Governo Sivaldo Albino é apenas com leitos clínicos, àqueles voltados ao atendimento de pacientes com sintomas mais leves da
COVID-19. Hoje, o Governo Municipal regula 50 leitos com essa característica, sendo
32 destes na Unidade de Tratamento COVID-19 e outros 18 na Unidade COVID-19
Palmira Sales. De acordo com a Prefeitura, ontem, dia 9, apenas 13 dos 50
leitos estavam ocupados.

Em
reunião com o Ministério Público ainda em dezembro passado, o atual secretário Adjunto
de Saúde de Garanhuns, Paulo Mendonça, registrou que a Prefeitura estaria
pronta para instalar, ainda em janeiro passado, 7 leitos de UTI na Unidade de
Tratamento localizada na Cohab 2. A informação de Mendonça foi confirmada pelo Prefeito
Sivaldo Albino em contato com o Blog (relembre clicando AQUI), todavia, segundo o Socialista, não seriam
7 e sim 5 leitos de UTI que estariam planejados para entrar em funcionamento,
ainda em janeiro passado na Unidade, mantida pela Prefeitura no bairro
Francisco Figueira, a Cohab 2. 
Todavia, até a presente data nenhum leito foi instalado.  

CLIQUE EM PLAYER E CONFIRA A POSIÇÃO DO PROMOTOR DOMINGOS
SÁVIO SOBRE O ASSUNTO: