w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | segunda-feira, 06 de junho de 2022

 

As chuvas intermitentes, sobretudo o volume d´água caído na madrugada desta segunda-feira, dia 6, aumentaram o nível do Rio Mundaú, que corta o município das Correntes, no Agreste Pernambucano, gerando apreensão e medo às famílias que residem nas partes mais baixas do Município.

 

 

A Prefeitura das Correntes, através da Defesa Civil Municipal, vem monitorando a situação, sobretudo nas áreas mais baixas da Cidade, como os bairros da Bahia; Primavera e Garanhunsinho, bem como nas ruas da Barra e Sete de Setembro e na Avenida Raimundo Calado. Parte do Povoado de Pau Amarelo também vem sendo monitorado pelo Governo Correntino.  

 

 

“Existem alguns desabrigados, mas graças a Deus, não tivemos desabamentos, nem Vítimas. O trabalho é de prevenção. Estamos disponibilizando todas as máquinas; equipamentos e transportes da Prefeitura para auxiliar na retirada dos móveis e das pessoas. Os prédios públicos, como escolas e creches também estão prontos para abrigar as pessoas que não tenham para onde ir”, registra o secretário de Governo de Correntes, Edimilson da Bahia, que coordena as ações. Em contato com o Blog do Carlos Eugênio, Edimilson ainda revelou que a Defesa Civil Estadual já foi comunicada do aumento no nível do Rio Mundaú.

 

 

ENCHENTE – A última enchente vivenciada em Correntes por conta do aumento do nível do Rio Mundaú foi registrada em 2010. Naquele ano, várias ruas da Cidade ficaram alagadas e diversas famílias desabrigadas. Em 2020, um temporal trouxe prejuízos e transtornos aos moradores do Pau Amarelo (imagem acima). (Blog do Carlos Eugênio – www.blogdocarloseugenio.com.br