w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quinta-feira, 28 de março de 2019

 
Uma operação organizada pela Polícia Federal com o apoio da
Controladoria Geral da União (CGU) foi deflagrada nesta quinta feira, dia 18, na
cidade de Agrestina, no Agreste de Pernambuco. A medida pretende desarticular
uma organização acusada de fraudes em processos licitatórios do
município. A equipe está cumprindo quatro mandados de prisão e nove de
busca e apreensão, todos expedidos pela 24ª Vara da Justiça Federal, nas
cidades de Agrestina, Garanhuns, Brejão, Panelas e Jurema.
De acordo com a PF, o grupo é investigado por conta de indícios de
irregularidades na aplicação de recursos destinados à construção de unidades
básicas de saúde e repassados pelo Ministério da Saúde. A organização atuava
fraudando o processo de escolha das pessoas jurídicas contratadas para a
realização das obras, favorecendo assim uma empresa de fachada sem capacidade
técnico-operacional. Por conta disso, o trabalho era executado por um terceiro
desqualificado, também participante do esquema.
A organização criminosa também vem sendo investigada por ocultação e
dissimulação dos recursos envolvidos nas fraudes. Os envolvidos são suspeitos
pela prática dos crimes de fraude à licitação, associação criminosa, falsidade
ideológica, peculato e lavagem de dinheiro. Caso sejam condenados, os envolvidos
podem ser obrigados a cumprir penas de até 46 anos de reclusão, além do
pagamento de multas.
Ainda segundo os responsáveis pela investigação, a operação desta
quinta-feira, que recebeu o nome de Pescaria II, é resultado da análise de
materiais apreendidos durante a primeira fase da intervenção, ocorrida no dia
21/02/2019. Na ocasião, foram cumpridos três mandados de prisão temporária,
posteriormente convertidas em preventivas e seis mandados de busca e apreensão.
Esta segunda fase da operação conta com a participação de 50 (cinquenta)
Policiais Federais, além de servidores da CGU, e os mandados estão sendo
cumpridos nas cidades de Agrestina, Garanhuns, Brejão, Panelas e Jurema. (Com
informações do Portal
OP9.
CONFIRA)