BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
domingo, 31 de maio de 2020

 

Em meio a Pandemia do Novo
Coronavírus e
apesar do Governo de
Pernambuco ter emitido Nota na última sexta-feira, dia 29, esclarecendo que não liberou o comércio ou qualquer
outra atividade em Municípios do Interior ou da Região Metropolitana do Recife
,
os Prefeitos de Petrolina e do Cabo de Santo Agostinho, após entendimento com o
governador 
Paulo Câmara (PSB), decidiram
reabrir as Atividades Econômicas naqueles Municípios. Em Recife,
o Prefeito Geraldo Júlio (PSB) também já anunciou a
retomada
de alguns setores da economia a partir desse mês de junho. Um ‘plano de
convivência com a pandemia’ deverá ser anunciado na próxima semana na Capital
do Estado.


Em Petrolina, o Prefeito Miguel Coelho (MDB) decidiu pela retomada das
atividades em razão, segundo Ele, dos  baixos indicadores de
letalidade e contaminação pelo Coronavírus na Cidade. De acordo com Coelho,
a  reabertura terá cinco etapas e prazos diferentes dependendo do perfil
da atividade e já começa nessa segunda-feira, dia 1º. Já no Cabo de Santo Agostinho as atividades voltarão a
funcionar de forma gradativa a partir de 4 de junho. O Prefeito do Cabo, Lula
Cabral (PSB), também decidiu antecipar para os dias 1º, 2 e 3 de junho, os feriados
de Corpus Christi; Santo Antônio e de São João.


ETAPAS EM PETROLINA
A partir dessa segunda, em
Petrolina, estarão autorizadas a funcionar, com 50% da capacidade, o comércio,
shopping, serviços públicos, parques públicos e templos religiosos. O
transporte coletivo por ônibus será liberado em 75% de ocupação. Já a
agricultura, indústria, mototáxis, táxis, transporte por aplicativo e serviços
essenciais poderão funcionar na totalidade de capacidade. As demais atividades
seguem sem funcionar.


No dia 15 de junho, está prevista a abertura de bares e restaurantes em
50%. A capacidade do comércio, shopping, serviços públicos, e templos
religiosos poderá ser estendida a 75% a partir desse momento. No dia 1° de
julho, academias, cinemas, museus, bibliotecas, teatros, clubes sociais, ilhas
e centros de artesanato serão liberados para funcionar com metade da ocupação.
Uma nova avaliação será feita no dia 3 de agosto para determinar a ampliação da
capacidade de todos os estabelecimentos. 


A última etapa de liberação
gradativa está prevista para dia 31 de agosto, quando a Prefeitura de Petrolina
mais uma vez avaliará a liberação completa para todas as atividades, exceto
eventos, festas, que permanecerão sem autorização por tempo indeterminado. 


ABERTURA NO CABO – Após três dias de feriado antecipado, as atividades de comércio e serviços, salões
de beleza e restaurantes voltarão a funcionar com horário (das 10 às 18h) e com
capacidade reduzidas (50%), no Cabo de Santo Agostinho, nessa quinta-feira, dia
4. Já o Shopping Costa Dourada terá o funcionamento das 12 às 20h. Os cinemas
permanecerão fechados. 


As academias de ginásticas retomarão suas atividades a
partir de 12 de junho. Igrejas voltarão a funcionar com apenas 30% da
capacidade, a partir de 15 de junho. Permanecerá proibido o funcionamento de
bares, casas noturnas, boates e similares. Também não será permitido a
realização de eventos públicos ou privados e aglomerações de pessoas em praças,
parques, clubes e associações recreativas.


CUIDADOS E FISCALIZAÇÃO – Tanto em Petrolina, quanto no Cabo, todos os
estabelecimentos autorizados a funcionar terão que manter medidas de prevenção a COVID-19.
As práticas incluem desde a proteção de clientes quanto os cuidados aos
trabalhadores das Empresas. 


Estão incluídos no rol de exigências para
funcionamento: uso obrigatório de máscaras; distanciamento entre as pessoas;
testagem de funcionários; afastamento dos colaboradores com algum sintoma;
aferição de temperatura e
fornecimento de EPIs,
álcool em gel para funcionários, prestadores e entregadores,
entre
outras providências. A fiscalização de todas as determinações municipais terá,
inicialmente, um caráter educativo, mas evoluirá para a possibilidade de suspensão
e cassação de alvarás, entre outras punições.


GARANHUNS SE PREPARA PARA
REABRIR O COMÉRCIO –
Na mesma
direção de Petrolina e do Cabo de Santo Agostinho, de acordo com
informações apuradas pelo Blog do Carlos Eugênio junto a Empresários e a Prefeitura, Garanhuns também planeja
reabrir o Comércio com horários reduzidos. A meta inicial é retomar as
atividades comerciais a partir do próximo dia 8 de junho, com horário de
funcionamento das 9 as 15h, semelhante ao expediente bancário. A reabertura das lojas também deve depender
de medidas de prevenção e segurança que serão adotadas pelos comerciantes, sob a
fiscalização do Poder Público Municipal.


A Expectativa é que essas informações sejam oficializadas nesta semana, bem como sejam definidas as etapas de retomada dos serviços
públicos, transportes, academias, cinema, salões de beleza, bibliotecas, clubes
sociais, bares e restaurantes, bem como a reabertura dos Parques e dos Templos
Religiosos, entre outros segmentos.


CASOS DA COVID-19 – Com uma população de 217 mil habitantes, Petrolina tem 253 casos notificados e 8
mortes por COVID-19. Já o Cabo de Santo Agostinho, que tem 207 mil habitantes, registrou até ontem, dia 30, 622 infectados e 86 óbitos, enquanto aqui em
Garanhuns, que tem oficialmente 137.810 moradores, são 191 casos positivos e 14
mortos pelo Coronavírus.
 (Com informações do Diario de Pernambuco e do NE10Interior.
CONFIRA)