w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 01 de março de 2017

 
Queda no número de foliões e
aumento da criminalidade marcaram o carnaval de Pernambuco deste ano. De acordo
com a Bancada de Oposição ao Governo Paulo Câmara na Assembleia Legislativa de
Pernambuco (ALEPE), entre a Sexta-feira e a Quarta-Feira de Cinzas foram
registrados cerca de 85 homicídios em Pernambuco, o que representou um
crescimento de 35% em relação aos casos registrados em 2016 e fez de 2017 o ano
com o carnaval mais violento desde 2010.
Além do número de
assassinatos, segundo dados levantados pela Bancada de Oposição, também
cresceram os crimes contra o patrimônio e os assaltos a ônibus, com mais de 674
assaltos a coletivos contabilizados de janeiro até o último dia 28, segundo
dados do Sindicato dos Rodoviários de Pernambuco, num crescimento de 438% em
relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com o deputado Silvio Costa Filho (PRB) (imagem ao lado), o crescimento da violência
no Estado revela a falta de habilidade do Governo do Estado na área de
segurança. “Infelizmente, vivemos este ano o carnaval do medo, com crescimento
no número de homicídios, de roubos, assaltos a ônibus. E, no lugar de tratar o
tema com transparência, o Governo de Pernambuco escolhe esconder os números,
numa postura diferente da adotada pelos governos do PSB desde 2007″,
lembrou o parlamentar, acrescentando que o governador já trocou o
secretário de Defesa Social, o chefe da Polícia Civil e duas vezes o comando da
Polícia Militar, mas os números não param de crescer.



“A bancada de Oposição vai realizar uma
audiência pública, ainda neste mês de março, sobre o Pacto pela Vida. É urgente
uma rediscussão do Pacto com a sociedade e os deputados da Oposição continuam à
disposição do Governo do Estado, como sempre estiveram, para ajudar na
construção de uma alternativa para o combate à criminalidade, destacou Silvio
Costa.