w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | domingo, 30 de abril de 2017

 
Nos próximos dias, Pernambuco deve ganhar um novo feriado estadual. A
proposta que transforma em feriado a Data Magna do Estado, 6 de março, foi
aprovada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Alepe e deve ir ao
plenário na próxima semana. O dia lembra o início da Revolução
Pernambucana de 1817
,
primeiro movimento pela independência do Brasil. O texto tem o apoio de 29 dos
49 deputados estaduais.
“Meu objetivo foi fazer justiça. Além de existir uma Lei Federal que
determina que todas as Datas Magnas são feriado estadual. Pernambuco é o único
estado brasileiro que não tinha decretado esse feriado. A gente entende que só
com uma providência dessa as pessoas vão começar a despertar para a importância
do que foi a Revolução de
1817
. Enquanto ela ficar na
coisa do dia-a-dia, as pessoas não vão despertar para isso”, explicou Terezinha
Nunes (PSDB), autora do projeto, ao lado do deputado Isaltino Nascimento (PSB).
ÚNICO CONTRÁRIO – Terezinha também foi a deputada que propôs a
criação da Data Magna, em 2007. Dois anos depois, uma proposta de Antônio
Moraes (PSDB) transferiu a comemoração para o primeiro domingo de março. Na
CCJ, o tucano foi o único a se manifestar contrário ao feriado no dia 6, pelo
impacto que o dia a menos de trabalho pode ter na economia e no comércio.
Romário Dias (PSD), que foi relator do texto, era inicialmente contra, mas foi
convencido de que o feriado é importante.

“A gente teve a ideia de propor esse feriado exatamente para quebrar
esse imobilismo de Pernambuco em relação à sua história. A Revolução de
1817
 foi o maior
movimento da independência e o Brasil não conhece porque os pernambucanos
também não conhecem”, justificou Terezinha. (Com informações do JC online. CONFIRA)