w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quinta-feira, 20 de abril de 2017

 
Com o plenário da Câmara de
Vereadores de Garanhuns lotado, os deputados Estaduais que integram a caravana do Pernambuco de Verdade, ouviram na
noite de ontem, dia 19, relatos de autoridades municipais, estudantes e membros
da sociedade civil organizada quanto às dificuldades vivenciadas no Município por
conta da falta de ações do Governo do Estado no tocante a saúde, educação,
abastecimento d´água e, sobretudo, segurança pública.
Antes, o grupo formado pelos deputados: Silvio Costa Filho (PRB); Socorro
Pimentel (PSL); Priscila Krause (DEM); Tereza Leitão (PT); Augusto César (PTB);
Edílson Silva; Julio Cavalcanti (PTB) e Álvaro Porto (PSD) esteve visitando o
Prefeito Izaías Régis (PTB), em seu Gabinete, no inicio da manhã, realizaram
visitas a órgãos públicos e concederam entrevistas nas rádios locais.

Dentre os pontos visitados e relatados pelos Deputados, destaque para o
terreno onde será construído o Hospital Mestre Dominguinhos, promessa de
campanha do Governador, ainda não cumprida. “Aquela placa caída e desbotada,
representa bem o que é o Governo de Paulo Câmara em Pernambuco”, bateu Àlvaro Porto.
Os Parlamentares da Oposição também estiveram na Farmácia do Lafepe local. “Acabaram
com o Lafepe, um laboratório cuja qualidade na produção de medicamentos era
referência nacional. Hoje, aqui em Garanhuns, nem um dipiriona têm”, chamou a
atenção o deputado Augusto César.

Já o líder da Oposição na ALEPE, Sílvio Costa Filho, bateu forte na
insegurança. “Faltam mais de 240 homens para completar o efetivo do 9º BPM
(batalhão de Polícia Militar que atende os municípios do Agreste Meridional)”,
pontuou Costa Filho, arrematando em seguida os 1.600 homicídios registrados
entre janeiro e março deste ano no Estado, bem como os 11 casos de estupro
registrados aqui em Garanhuns no mesmo período. “Trata-se do pior Governador da
História de Pernambuco. Paulo Câmara é mau avaliado em todas as regiões do
Estado”, constatou Sílvio. Já as Deputadas Priscila Krause (imagem acima) e Teresa Leitão se
destacaram pelas posições firmes e diretas. Enquanto Krause comentou a censura
realizada pelo Governo Socialista no episódio da orientação para não divulgação
dos números da violência no Estado, Leitão foi mais contundente e disparou um “Paulo
Câmara Lenta”, seguida dos aplausos e gestos de aprovação do público presente.

Mas além dos Deputados, membros da sociedade do Agreste Meridional
também se expressaram na tribuna. O estudante universitário Jhonathas Juvêncio
relatou a difícil situação dos beneficiados pelo Programa Universidade para
Todos em Pernambuco (PROUPE), cujo pagamento das bolsas está atrasado há meses
e novas bolsas não vêm sendo concedidas. Já o vereador Alcindo Correia (imagem ao lado) foi
contundente e relatou o déficit de policiais, viaturas e motocicletas no 9º BPM.
“Os Policiais tem boa vontade e são preparados, mas não dá para garantir a
Segurança sem pessoal e equipamento”, alertou o Parlamentar. O vereador Audàlio
Filho preferiu alertar para a falta de investimentos no setor de Abastecimento
D´água, o que segundo Ele, pode gerar o colapso total dos mananciais locais no
próximo verão e Daniel da Silva trouxe a tona o fato de o Hospital Regional Dom
Moura ter um bloco cirúrgico pronto para realizar cirurgias ortopédicas e não
ofertar o serviço à população.

Ao falar durante o momento na Câmara de Garanhuns, o Prefeito Izaías Regis (PTB) não mediu as palavras
para atacar o governador Paulo Câmara (PSB), que, segundo ele, é inimigo do Município.
Régis chegou a lembrar que o Bispo de Garanhuns, Dom Paulo Jackson, na homília
da Via Sacra, disse que o Estado está entregue às baratas em termos de segurança
pública
(saiba mais sobre esse assunto
clicando AQUI)
. O Prefeito disse, ainda, que o Governador trata muito mal Garanhuns.
“Agora mesmo estamos fazendo o Viva Dominguinhos sem um centavo de apoio
do Estado”, afirmou Izaías, que finalizou dizendo ter a convicção de que o
povo de Garanhuns irá dar o troco ao tratamento de mendigo que recebe, derrotando
nas urnas Paulo Câmara em 2018.