BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

 

Após definir quem será o candidato ao Governo do Estado pelo PSB, o governador Paulo Câmara (PSB) terá que realizar uma reforma administrativa em seu último ano de gestão. Isso porque, pelos cálculos preliminares, dos 23 Secretários Estaduais ao menos sete deles devem entregar os cargos a partir de abril – período de desincompatibilização eleitoral – para disputar as eleições proporcionais.

 

 

As mudanças dos titulares do primeiro escalão iniciarão a partir da escolha do postulante majoritário, caso o Governador bata o martelo pelo o nome do secretário da Casa Civil, José Neto (sem partido) – quadro apoiado internamente pelo próprio chefe do Executivo -, ou pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio (PSB), que tem seu nome sendo defendido novamente por aliados nos últimos dias. Já os outros auxiliares do Governo devem disputar uma vaga no Legislativo. Ainda pelo PSB, os secretários estaduais de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, e de Ciências Tecnologia e Informação, Lucas Ramos, vão concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa de Pernambuco e Câmara dos Deputados, respectivamente. 

 

 

Dentre as acomodações feitas para contemplar os partidos que formam a Frente Popular de Pernambuco, da cota indicada pelo PP, o secretário de Desenvolvimento Agrário, Claudiano Martins Filho, que também é Deputado Estadual licenciado, deve entregar o comando da pasta para encarar a reeleição nas urnas. O presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Kaio Maniçoba, e o diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural do IPA, Beto Accioly também devem deixar seus cargos. O deputado Estadual licenciado, o secretário de Turismo, Rodrigo Novaes já havia definido pela reeleição, na tentativa de seu quarto mandato na ALEPE e também desfalcará a Gestão Socialista.

 

 

Entre os quadros incertos, está o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes. Filiado ao PDT, o auxiliar ainda não definiu se concorrerá às eleições e tudo dependerá de como o partido montará sua chapa, caso o deputado estadual José Queiroz não tente a reeleição na Alepe e o deputado federal Wolney Queiroz seja escolhido como candidato ao Senado da Frente Popular. (Com informações do JC Online. CONFIRA)

 

 

OPORTUNIDADE DE LOCAÇÃO

Ótima oportunidade para quem quer morar no Centro de Garanhuns!

Para mais informações, ligue e agende uma visita com nossos corretores: (87) 3764-1088 e (87) 99926-0223 (WhatsApp).