w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 02 de outubro de 2013

O Prefeito de
Iati, Padre Jorge, reuniu na tarde desta terça-feira, 1º de outubro, o Secretariado
Municipal e assessores ligados ao seu Gabinete. Em pauta as dificuldades vivenciadas
pela Gestão no tocante a falta d´água e as constantes reduções no Fundo de
Participação dos Municípios, FPM, principal fonte de recursos de Iati.

O Prefeito
registrou todos os seus esforços visado levar água a população iatiense. “A
minha primeira ação de Governo foi procurar o Governador Eduardo Campos para
relatar a situação do nosso povo. Ele nos encaminhou ao Presidente da Compesa
que nos informou dos trabalhos do Governo em levar água do São Francisco até
Iati através da Adutora do Agreste e nos apoiou por um certo tempo através de
carros-pipa”, registrou o Padre Jorge, enumerando ainda as iniciativas da
Prefeitura para minimizar o problema: “investimos na compra de canos, na manutenção
do sistema adutor, arrendamos novos poços, mas essas ações não foram suficientes
para melhorar o abastecimento d´água na cidade”, pontua o Governante. Vale
registrar que a água que abastece Iati é captada em poços artesianos
localizados na região de Saloá. A água é bombeada por cerca de 20Km até chegar
ao Município, que é um dos poucos no Estado a não ser abastecido com água pela
Compesa.

O Prefeito
também revelou que os recursos na ordem de R$ 840 mil reais destinados a Iati
através do Fundo de Apoio aos Municípios (FEM), do Governo do Estado, serão
investidos na captação e no abastecimento d´água e esclareceu a demora no
inicio das obras. “Tivemos problemas com o projeto, mas agora, com as graças de
Deus, vamos licitar a obra nos próximos dias. Com esse trabalho vamos ampliar a
captação d´água e melhorar o abastecimento na cidade”, ressaltou o Prefeito,
que desabafou: “não estou parado. Já fomos ao Governo do Estado, assinamos
convênio do Água para Todos, do Governo Federal; limpamos açudes e barragens;
levamos água para encher pequenos açudes e venho investindo na melhoria do sistema
de abastecimento d´água. Esse problema é histórico em Iati e só agora alguém busca
solucioná-lo”, alerta o Governante.    

Depois de um período
de desabastecimento, por falta de recursos para efetuar o pagamento dos
pipeiros, a Prefeitura de Iati voltou a contratar carros-pipa para abastecer d´água
as localidades rurais. “Não tínhamos como pagar, então com a chegada das chuvas
resolvemos suspender o serviço. Mas diante das poucas chuvas que não foram
suficientes para encher os reservatórios, a situação se agravou e mesmo com
dificuldades financeiras resolvemos contratar cinco carros-pipa para minimizar
a situação. Reconheço o sofrimento do nosso povo. Sabemos que não resolve o
problema, mas vai minimizar”, argumenta o Padre Jorge.

As dificuldades financeiras vivenciadas pela
Prefeitura também foram repassadas aos Secretários. “Estamos com a nossa
receita líquida comprometida. Infelizmente teremos que adotar medidas
emergenciais. A diminuição do quadro de servidores e a redução de despesas em
todas as secretarias terão de ser efetuadas. São medidas que não gostaria de adotar,
mas caso não façamos ficará muito difícil continuar honrando os compromissos da
Prefeitura”, finalizou o Padre Jorge.