w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sábado, 28 de janeiro de 2017

Ao analisar recentes declarações do sociólogo José Luiz Ratton sobre a
derrocada do programa estadual Pacto Pela Vida, o senador Armando Monteiro
(PTB) apontou que o principal problema do programa é a ausência do Governador Paulo
Câmara (PSB) na gestão da segurança pública.
O líder Petebista destacou que a avaliação de Ratton ratifica o
sentimento da população pernambucana, que, nos últimos anos, vem sentindo cada
vez mais a insegurança bater à porta e teme sair às ruas, devido ao
recrudescimento dos índices de homicídios em todas as regiões do Estado. 

“Um
dos principais idealizadores do Pacto pela Vida, José Luiz Ratton, confirma o
que todo pernambucano já vem sentindo há muito tempo. O desmonte do programa
Pacto Pela Vida não é causado pela crise econômica, como afirma o Governo de
Pernambuco: o principal problema é a ausência do Governador na gestão da
segurança pública”, afirma Armando Monteiro, fazendo referência a
declarações concedidas por Luiz Ratton ao jornal Valor Econômico da última quarta-feira,
dia 25. Ratton foi um dos idealizadores do Pacto e foi assessor especial de Segurança
durante os anos de 2007 a 2012.
DANILO CABRAL SAI EM DEFESA DE CÂMARA – O deputado Federal Danilo Cabral (PSB) saiu em defesa do Governo do
Estado e afirma, em nota distribuída a Imprensa, que o Pacto pela Vida é
considerado a política pública na área de segurança mais bem estruturada do
País. “Não há, no Brasil, experiência que tenha apresentado nos últimos dez
anos resultados mais expressivos do que o Pacto pela Vida”, disse em resposta
às críticas do senador Armando Monteiro (PTB). 
“A crise econômica tem efeito na segurança a partir do momento em que a
situação de vulnerabilidade da população aumenta, com o crescimento do nível de
desemprego, mas também em função da redução da capacidade de investimento do
Estado”, explica o Deputado. “Armando conhece muito bem os efeitos da crise e
do desemprego. Desafio ele a mostrar um emprego que ele tenha gerado em
Pernambuco como Ministro do Governo Dilma”, alfinetou Cabral, frisando ainda
que o governador Paulo Câmara conduz pessoalmente e de forma disciplinada o
Pacto pela Vida.
SILVIO COSTA SUGERE SLOGAN A DANILO CABRAL: “A AUSÊNCIA QUE FAZ A
DIFERENÇA” –
Coube ao deputado Estadual Silvio Costa Filho a missão de contra-atacar
as posições do deputado Federal Danilo Cabral, que defendeu o Governador Paulo
Câmara, atacando o senador Armando Monteiro.
“Todas as vezes que Danilo Cabral tenta defender o desgoverno do seu
pupilo Paulo Câmara, mostra o que o povo pernambucano já sabe: ele não estuda e
não se prepara para o debate. Por isso, sempre foge do mérito do debate e
procura o caminho da política menor, da política rasteira”, registrou Sílvio,
que complementou: “em relação ao Pacto Pela Vida, todo o estado sabe, inclusive
dito por um dos principais idealizadores José Luiz Ratton, que este programa,
infelizmente, naufragou. Em suma, lamentavelmente, o programa Pacto Pela Vida
morreu por omissão do governador Paulo Câmara. A maior prova disso foi o
aumento de 44% no número de homicídios em Pernambuco”, observou.
O Deputado que lidera a bancada de oposição na Assembleia Legislativa de
Pernambuco também aproveitou para cutucar o Deputado e a gestão socialista: “Danilo
Cabral deve ter sido o autor do polêmico slogan do seu pupilo Paulo Câmara.
Aproveito a oportunidade para sugerir um novo slogan para este governo: “A
ausência que faz a diferença”, disparou Sílvio Filho.