BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sábado, 10 de abril de 2021

A Secretaria de Segurança
Pública de Alagoas (SSP/AL) divulgou um balanço da Operação Pirâmide Feudal,
deflagrada para desarticular organizações criminosas envolvidas com sonegação de
impostos e venda irregular de aves em Alagoas e Pernambuco. Entre os envolvidos
estão donos de granjas e avícolas, lobistas, negociadores, seguranças e
informantes, que integravam três organizações criminosas que atuavam nas
cidades de São José da Tapera, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Ibateguara,  Penedo, além das cidades pernambucanas de
Correntes e Garanhuns.


De acordo com a SSP/AL, sete
pessoas foram presas na operação, cinco em Alagoas e duas aqui em Garanhuns.
Também foram apreendidas 8 armas de fogo, além cinco notebooks, munições, R$
611 mil em dinheiro, cerca de R$ 40 mil em Euros e cadernos com anotações.
Também foram cumpridos 14 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão, todos
expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital, fruto do trabalho investigativo da
Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), com apoio do Batalhão de
Policiamento Rodoviário (BPRV).

As três organizações
criminosas são responsáveis, em tese, pela prática de condutas graves, tais
como a aquisição e distribuição de aves (frangos) em transportes irregulares,
com ausência do cumprimento de requisitos sanitários, sonegação fiscal,
corrupção ativa e passiva, falsificação de documentos, comercialização
irregular de aves impróprias para consumo e comercialização de armas de fogo. Todos
os presos e materiais apreendidos foram encaminhados para a sede da DEIC, em
Maceió-AL. (Com informações do Portal https://minutosertao.cadaminuto.com.br/)

QUER SABER MAIS SOBRE O CARTÃO DE TODOS? CLIQUE AQUI.

CLIQUE AQUI PARA SOLICITAR O SEU CARTÃO!