w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sábado, 26 de novembro de 2016

“O Governo do Estado não gosta
de Garanhuns!”. Com essa frase o Prefeito Izaías Régis (PTB) sintetizou o seu
sentimento diante do “tratamento” dispensado pelo Governador Paulo Câmara e
equipe à Cidade das Flores. Durante entrevista no inicio desta semana concedida a
Rádio Jornal Garanhuns, o Governante Garanhuense fez um relato do que, segundo
Ele, é uma “discriminação” para com o Município.

Régis abordou diversos
assuntos e bateu forte na Gestão de Paulo Câmara, sobretudo em áreas
estratégicas para a população, como segurança e saúde pública. Segundo Izaías, no
9º BPM, um dos maiores Batalhões de Polícia de Pernambuco, “falta carro (viaturas)
para o Coronel (Ely Jobson, comandante do 9º BPM) trabalhar. Faltam policiais
para o Coronel trabalhar e o Governo do Estado não dá estrutura”, registrou
Izaías.


O Petebista foi além e
criticou a demora para o inicio da construção da Escola Técnica de Garanhuns e
chamou a atenção para a exclusão do Município num projeto de auxilio ao
abastecimento d´água nos Municípios Pernambucanos, cujos recursos são Federais
e a execução é do Governo Estadual. Régis também citou a falta de apoio aos
eventos realizados em Garanhuns, a exemplo do Natal Luz.

Ainda durante a entrevista ao
radialista Eduardo Peixoto, o Prefeito de Garanhuns revelou que o Governo Estadual
nunca repassou os recursos referentes à aquisição de remédios
da farmácia básica e está há 14 meses sem repassar o dinheiro para o
funcionamento do SAMU no Município. “Nenhum Prefeito de Pernambuco recebeu, por
obrigação do Estado, o repasse do remédio da Farmácia Básica do Estado. Por
exemplo: Garanhuns teria R$ 25 mil reais por mês para receber e comprar remédio
para a Farmácia Básica. Sabe quanto recebeu até hoje? Zero do Governo do Estado!
Esses anos de Paulo Câmara, ele não pagou um centavo. O SAMU nós estamos com um
ano e dois meses que não recebemos recursos para manutenção do SAMU”, chamou a atenção
Izaías, revelando em seguida, que apenas referente ao SAMU, o Estado já deve quase um milhão
de reais a Prefeitura de Garanhuns. “Seria dinheiro para comprar remédios e
outras coisas na saúde de Garanhuns (…); o Município está bancando tudo isso e
o Estado não está pagando agente”, disparou Izaías Régis.

O Blog do Carlos Eugênio está à disposição do Governo do Estado para
publicar a sua versão quanto aos fatos citados nesta reportagem.    
Clique em player para ouvir trechos da Entrevista de Izaías Régis a
Rádio Jornal Garanhuns: