BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sábado, 04 de julho de 2020

Essa é destaque no JC Online:
Os netos do sanfoneiro Luiz
Gonzaga divulgaram uma nota de repúdio nessa sexta-feira, dia 3,  após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
convidar o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, para tocar uma canção
do Gonzagão no início da live semanal dessa quinta-feira, dia 2.


Neto iniciou a transmissão
tocando a música Riacho de Navio, de Luiz Gonzaga e Zé Dantas, e, em uma
adaptação, cantou: “O Rio São Francisco agora vai para o Ceará, presidente
Bolsonaro levou Rio para o Ceará”, fazendo referência ao último
dia 26 de junho, quando Bolsonaro esteve no Nordeste para inaugurar parte da Transposição
do Rio São Francisco.


Assinada por Amora Pêra, Nanan
Gonzaga e Daniel Gonzaga, a nota diz que “diante da impotência e da
impossibilidade de processo por propaganda indevida, por dupla apropriação, da
canção de Luiz Gonzaga e Zé Dantas e do projeto do Rio São Francisco; nós,
filhos de Luiz Gonzaga Jr, netos de Luiz Gonzaga, apresentamos uma NOTA DE NOJO
diante deste governo mortal e suas lives”. Segundo os autores da nota, o
atual governo “faz todos os gestos ao seu alcance para confundir e colocar
em risco a população do Brasil, enquanto protege a si mesmo e aos seus”.


Os netos do Rei do Baião
afirmaram que, ainda que de forma simbólica, não autorizam “ao Governo
Federal o uso das canções assinadas por nenhum de nossos familiares, ou, ao
menos, das respectivas partes que nos cabem”. A nota foi encerrada com um
pedido para que, quem puder, fique em casa, cumprindo as indicações da
Organização Mundial de Saúde (OMS) por causa da pandemia do Novo Coronavírus. O Presidente ainda não comentou a Nota dos netos do Gonzagão. 
(Com informações do JC Online. CONFIRA)


Clique em player e confira a Live do Presidente Jair Bolsonaro (a música e tocada aos 16 segundos):