w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | terça-feira, 26 de novembro de 2013

O segundo
jogo entre Náutico e Tigre, pelas semifinais do Campeonato Pernambucano de
Futsal Adulto Masculino, será hoje, às 20h, no ginásio dos Aflitos. No
confronto de ida, as equipes empataram por 1×1, em Garanhuns. O grupo que sair
vencedor pega o Central na decisão. A Patativa se classificou à final ao passar
pelo Sport.

O jogo de
hoje será o quarto envolvendo Náutico e Tigre no Estadual 2013. Nas três
edições passadas do encontro, os times terminaram empatados. O equilíbrio,
portanto, é um fator que marca o momento.

O Náutico
é um dos principais nomes do Estadual. Manteve-se entre os primeiros da tabela
durante o torneio, ocupando a vice-liderança na maior parte da disputa. Na fase
classificatória, só não teve forças para ultrapassar o Central. Nas quartas de
final, despachou o ABF/Pombos.

Empolgado
com o nível do duelo, o técnico alvirrubro, Baixinho, expõe seu otimismo.
“O empate no primeiro jogo traduziu bem a história da partida. Agora,
jogaremos em casa, com o apoio da nossa torcida. Além disso, teremos como fator
positivo a nossa quadra, que tem dimensões menores em relação ao ginásio do
Sesc de Garanhuns. Isso nos permitirá imprimir uma maior dinâmica”, vibra.
E ressalva: “Temos algumas vantagens, mas elas não chegam a ser sinônimo
de vitória”.

O Tigre,
por sua vez, é o atual tetracampeão estadual e detentor do título da Liga
Nordeste 2013. Apesar de ter passado boa parte da competição local na zona
intermediária da tabela, no final da etapa de classificação, o time de
Garanhuns cresceu. E nas quartas de final, eliminou uma das principais
surpresas do campeonato, o ABC/Paulista.

Entretanto,
ter o Timbu como adversário é um fator complicador. Os alvirrubros vivem boa
fase, contando com um time estável. E mais: o Náutico não chega a uma final de
Pernambucano desde 1987, quando sagrou-se campeão estadual pela última vez. A
equipe recifense está mordida.

O confronto entre Náutico e Tigre reforça a
briga existente entre os clubes da capital e do interior pela hegemonia do
futsal estadual. Na outra semifinal, em que Central e Sport mediram forças, o
alvinegro caruaruense alçou o nome do Agreste ao ser o primeiro clube a se
classificar para a decisão. Depois de um empate por 2×2 no primeiro jogo,
disputado no Ginásio Municipal de Paulista, rubro-negros e centralinos voltaram
a empatar por 1×1, no sábado, na quadra da APCEF, em Caruaru. Na prorrogação,
vitória da Patativa por 1×0. (Com informações do JC)