w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 16 de abril de 2014

Diante das deficiências apontadas em relatório realizado pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (ADAGRO) no matadouro do município de Águas Belas, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) expediu recomendação ao Município e a Vigilância Sanitária para que seja desativado e interditado, em caráter emergencial, impedindo que se realize o abate ou manipulação de qualquer animal.

De acordo com o documento, elaborado pelo promotor de Justiça Emmanuel Cavalcanti Pacheco, a Vigilância Sanitária deverá, ainda, informar e esclarecer aos proprietários de animais, comerciantes e moradores sobre o motivo da interdição e tornar a fiscalizar, continuamente, com a finalidade de prevenir que carnes, sem observação das normas sanitárias sejam vendidas. Deverá ser enviado ao MPPE um relatório circunstanciado sobre todas as medidas adotadas, no prazo de 10 dias. A recomendação foi publicada no Diário Oficial do dia 4 de abril.

CARNE DE PRIMEIRA – A iniciativa do MPPE está alinhada ao programa Carne de Primeira, coordenado pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Consumidor (Caop Defesa do Consumidor), que tem a finalidade de fiscalizar os matadouros, assim como promover a regionalização dos abatedouros para viabilizar a manutenção deles.

AINDA EM ÁGUAS BELAS: CRIANÇAS RECEBEM KIT ESCOLAR – Através de uma ação da Prefeitura de Águas Belas, por intermédio da secretaria de Assistência Social, as crianças beneficiadas pelos programas PETI e Mais Educação, na zona rural daquele Município, foram contempladas com e entrega de Kits escolares. A ação agradou as comunidades e os profissionais que integram as equipes. Diversos comentários aprovando a ação do Prefeito Genivaldo Menezes Delgado (PT) foram registradas nas redes sociais, em especial o facebook.