w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 13 de julho de 2022

 

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), através da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Garanhuns, recomendou a AESGA, “que se abstenha de veicular em suas campanhas publicitárias a imagem do pré-candidato a deputado Estadual Cayo Albino (PSB) ou de qualquer outro agente público”, através das redes sociais oficiais daquela Autarquia de Ensino Superior.

 

 

A recomendação, assinada pelo Promotor Bruno Gottardi, está publicada no Diário Oficial Eletrônico do Ministério Público desta quarta-feira, dia 13. “É importante advertir que o atendimento da presente recomendação será apurado nos autos do Procedimento Administrativo pertinente e o descumprimento deste ato recomendatório implicará demonstração de dolo suficiente à caracterização do ato de improbidade administrativa e/ou infração penal e ensejará a adoção, pelo Ministério Público, das medidas judiciais cabíveis à espécie”, registra trecho da Recomendação. A AESGA tem um prazo de dez dias úteis para que se manifestar sobre o acatamento da recomendação.

 

 

“PROMOÇÃO PESSOAL” – Além da recomendação, o Diário Oficial do MPPE desta quarta, dia 13, ainda traz a publicação de uma Notícia de Fato também relacionada ao pré-candidato a deputado Estadual Cayo Albino. É que o Promotor Bruno Gottardi instaurou um Inquérito Civil para apurar uma denúncia referente a suposta “promoção pessoal” do Prefeito Sivaldo Albino e do seu filho, Cayo Albino. A publicação não traz detalhes da denúncia, que será apurada pelo Órgão Ministerial. A AESGA, a Prefeitura de Garanhuns, tampouco a assessoria do pré-candidato, ainda não se pronunciou sobre as iniciativas do MPPE.