w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 23 de abril de 2014

Diante das deficiências
apontadas em relatório realizado pela Agência de Defesa e Fiscalização
Agropecuária de Pernambuco (ADAGRO) no matadouro de Águas Belas, o Ministério
Público de Pernambuco (MPPE) expediu recomendação ao Prefeito daquele Município
e a Vigilância Sanitária para que o Espaço fosse desativado e interditado, em
caráter emergencial, impedindo que se realizasse o abate ou manipulação de
qualquer animal.
Diante do problema, o Prefeito
de Águas Belas, Genivaldo Menezes Delgado (PT) solicitou o apoio do Prefeito de
Iati, Padre Jorge (PTB) no sentido de que os animais de Águas Belas passassem a
ser abatidos no Matadouro de Iati, que apresenta boas condições sanitárias.
“O abate teve inicio na última
segunda-feira. A Prefeitura de Águas Belas está responsável por todas as
despesas decorrentes do abate de animais em nosso matadouro, além disso,
estamos arrecadando uma taxa por cada animal abatido. Com essa ação estamos
auxiliando o Município vizinho, gerando novas oportunidades de trabalho para a
nossa população e aumentando a arrecadação de tributos em nosso Município”,
explica Ana Torquato, secretária de Agricultura de Iati.

A expectativa é que a Prefeitura de Águas Belas
possa adequar o Matadouro Municipal as normas sanitárias exigidas pela ADAGRO e
o Ministério Público nos próximos 60 dias. “Com isso o abate volta a ser
realizado normalmente naquele Município, já que essa ação de abater aqui em
Iati é emergencial”, finaliza a secretária Ana Torquato.