w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quinta-feira, 08 de março de 2018

 
A Polícia Civil está
investigando um suposto
caso de estupro que teria ocorrido dentro da Escola Municipal Professor Mário
Matos, localizada na comunidade da Brasília, aqui em Garanhuns
.
À TV Asa Branca, a mãe da
Vítima – uma criança de 10 anos – disse temer pela segurança da filha. “Penso
que as pessoas levam os filhos para a escola pensando que tem segurança, mas
não tem. Se eu colocar minha filha em outra [instituição de ensino], não vou me
sentir em paz”, afirmou a mulher, que não quis se identificar.

De acordo com informações da
criança e da mãe, a estudante brincava com um grupo de colegas quando viu um
homem pular o muro da escola. “Ela [a menina] me disse que não teve como
escapar, que ele foi logo tapando a boca [da vítima]”, afirmou a mãe. O Caso, segundo a suposta Vítima, teria acontecido no primeiro dia de aula, em 19 de fevereiro deste ano,
mas Ela só falou sobre o crime nesta quarta-feira, dia 7. O Conselho Tutelar do Município foi acionado pela Diretoria
da Escola para acompanhar a Garota, que se sentiu mal e teria desconfiado que estaria grávida. “Levamos a menina para o Hospital
Regional Dom Moura para saber se ela estava grávida”, informou a
conselheira tutelar Genoveva Alves de Brito.

A Delegacia da Mulher irá
investigar o suposto caso de abuso sexual. “Um inquérito já foi instaurado
e solicitamos um laudo do IML (Instituto de Medicina Legal) para ter a certeza do
que aconteceu”, ressaltou a delegada Débora
 Tenório.
A Secretaria de
Educação de Garanhuns informou que o caso do suposto estupro está sendo
acompanhado de forma ostensiva para que todos os detalhes sejam esclarecidos e
correspondam à realidade. Nesta quarta “quatro supervisores escolares
deram início a uma intervenção no estabelecimento de ensino para apurar o caso
e confirmar que todos os cuidados com a integridade de alunos e professores
estavam e estão sendo tomados corretamente”. Ainda na nota, a Secretaria informou
que 
“na
Escola Mário Matos, além da equipe gestora, quatro agentes de disciplina atuam
no controle dos espaços durante todo o horário escolar. A Secretaria está
colaborando com as investigações e acompanha os resultados”. A Educação Municipal segue 
colaborando com as investigações e acompanha os resultados da perícia que, ainda não confirmou o provável estupro. Apenas a Polícia Civil, através de laudo comprobatório, poderá chegar a uma conclusão sobre o fato.

O Blog apurou junto a servidores da Escola Mário Matos, que a direção do educandário trabalha com dois intervalos, um para os alunos menores e outro para os maiores, sendo ambos controlados por Agentes de Disciplina, que ficam posicionados em cada extremidade frontal do
muro. Já o muro possui cerca de três metros de altura na parte posterior, estando inclusive no campo de visão desses Agentes.
 (Com informações do
G1/Caruaru e TV Asa Branca/Rede Globo. CONFIRA)