w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quarta-feira, 15 de março de 2017

 
Cansados de esperar ações
concretas para solução de um histórico problema, moradores da rua Monsenhor
Afonso Pequeno, localizada no bairro São José, aqui em Garanhuns, estão
acionando a Compesa via Ministério Público Estadual. A ação se dá por
conta dos canos estourados e excessos de buracos.
Segundo a jornalista Josália
Pimentel, que reside na rua, as famílias da Afonso Pequeno têm procurado a Imprensa
para denunciar as péssimas condições de trafego da via pública,  em
consequência da tubulação muito antiga, “uma vez que quando chove, crateras e
trombas d’águas descem de ladeira abaixo, levando calçamentos e abrindo outras
valas, exalando uma fedentina desgraçada, prejudicando o tráfego de veículos e
a vida dos que ali residem”, pontua a Jornalista.
“Senhores autoridades
constituídas através da política, vocês não estão nem aí, só estão nos provando
que a regra manda dizer que toda providência continuará Zero! Então, os
moradores que continuam decepcionados com a ingerência de vocês entraram com
uma ação judicial conjunta contra a Compesa!”, relatou Pimentel, indignada com
os paliativos realizados, que impedem uma ação de asfaltamento na via por parte
da Prefeitura. 
“Se asfaltada, a situação será
a mesma, estoura ali, estoura acolá e no fim, sobra para a prefeitura tapar os
buracos, consequência da irresponsabilidade da estatal. Por que gastar do
erário público com medidas paliativas que só pioram, ao invés de tomar a
atitude correta e solucionar o problema de vez?”, questionou a Moradora, num ar
de indignação.
“Quando cobramos desses
representantes do povo não é questão de criticar, nem perseguir ninguém, é que
sonhamos vê-los mostrando serviço, os quais a sociedade merece”, frisou Josália,
que finalizou: “por enquanto não tem como elogiar esse Governador, porque é
insegurança permeando a sociedade; roubo de água de nossos mananciais; é greve
no Detran, prejudicando a vida dos motoristas prestadores de serviços e etc”,
finalizou a jornalista Josália Pimentel.

O Blog do Carlos Eugênio está a disposição da Compesa e do Governo do Estado,
bem como da Prefeitura de Garanhuns para publicar as suas versões quanto aos
fatos registrados pela Jornalista nesta reportagem.