w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sábado, 30 de novembro de 2013

Pelas sinalizações do Prefeito
Izaías Régis (PTB), o Engenheiro João Guido é o mais novo integrante do Núcleo
Duro do Governo Municipal. O Seleto Grupo, que é composto por Ary Júnior,
Roberto Ivo, Carlinho da Prata, Paulinho Paiakam e Macambira, entre outros, ao que tudo
indica ganha mais um membro.



É que em entrevistas, o Prefeito
cita o nome de João Guido com cada vez mais intensidade. Em alguns casos, chega
a citar o auxiliar do secretário Fernando Nunes e esquece-se do titular da
Pasta. João é funcionário de carreira, lotado na secretaria de Planejamento, e
esta à frente dos principais projetos do Governo Municipal. Informações vindas
de fontes confiáveis no Palácio Celso Galvão sinalizam que Guido ganha mais
força no Governo a cada dia e que as citações do Prefeito não são em vão.


João Guido já foi secretário nos
Governos de Silvino Duarte e Luiz Carlos de Oliveira, tendo inclusive acumulado
a gestão de Pastas importantes, como: Planejamento, Desenvolvimento Econômico e
Serviços Púbicos. Conhece como poucos os caminhos para aprovação de projetos de
engenharia nos Ministérios em Brasília e na Caixa Econômica Federal. Com
Silvino, Guido também integrava o Núcleo Duro, que a época ainda contava com os
então secretários Nilo Almeida e Hélio Amorim. Depois com Luiz Carlos, João
seguiu forte, até que teve problemas com a Justiça e teve de ser afastado de
suas funções. Em 2008 se lançou candidato a deputado Federal com o slogam ‘Esse
sabe fazer’ e obteve expressiva votação em Garanhuns.


FUTURO
Cogita-se nas rodas políticas da cidade,
sobretudo no Chocolate Sete Colinas e no Shopping Brasil, que o crescimento de
João Guido no Governo Izaías Régis pode ter duas vertentes: o Prefeito esta
apenas aproveitando o livre trânsito e a experiência do Engenheiro para
facilitar a aprovação dos Projetos do seu Governo ou o secretário de
Planejamento já começa a ser fritado e Guido poderá vir a ser o seu substituto.
Se a segunda opção for verdadeira é preciso afinar o discurso com Armando
Monteiro, já que tanto o Engenheiro Fernando Nunes, quanto o secretário da
Fazenda, Evilson Rêgo, vieram com o aval do Senador.