BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sexta-feira, 23 de abril de 2021

O Promotor Domingos Sávio
resolveu instaurar um procedimento para esclarecer o fato trágico que resultou
na morte da cidadã Cláudia Nayara Melo, de 24 anos, que na noite dessa
quarta-feira, dia 21, faleceu após cair num buraco aberto pela ação das chuvas
na rua Antônio Paulo de Miranda, no centro de Garanhuns (relembre clicando AQUI).

De acordo com o representante do
Ministério Público de Pernambuco (MPPE), uma Notícia de Fato foi instaurada para
investigar se houveram indicativos de ação ou omissão por parte de Agentes
Públicos que tenha concorrido para o fato trágico. Ainda segundo o Promotor, a Prefeitura
de Garanhuns; a Compesa e o Corpo de Bombeiros serão acionados para que um relatório
circunstanciado sobre o que de fato aconteceu seja produzido.

A Agência Pernambucana de Águas
Climas (APAC) também será acionada para que preste informações sobre o fenômeno
ocorrido na noite do acidente, como também sobre o funcionamento do sistema de
alerta da Defesa Civil. Ainda segundo Dr. Domingos, a coordenação de Engenharia
do Ministério Público de Pernambuco também foi acionada para periciar o local
do acidente. 

“Do ponto de vista da Promotoria de Defesa da Cidadania, que
atuamos, de posse dessas informações nós vamos verificar se há indicativos de
ação ou omissão por parte de Agentes públicos e também vamos verificar que
medidas devem ser adotadas pelos órgãos públicos responsáveis para evitar a
ocorrência de fatos semelhantes”, registrou o Promotor.   

Ainda no material enviado ao Blog
do Carlos Eugênio e veiculado no programa “O Arraiá do Gláucio Costa”, da
Marano FM, o promotor Domingos Sávio ressaltou que “sobre um possível aspecto
criminal, cabe a Promotoria Criminal, juntamente com a Polícia Civil,
investigar a ocorrência ou não de indícios de possível homicídio culposo ou quiçá
até doloso, aí não nos cabe entrar nesse mérito, mas nós estamos também dando
conhecimento a Promotoria criminal responsável para adoção das medidas que
entende cabíveis”, finalizou o representante do MPPE.    

CLIQUE EM PLAYER PARA OUVIR AS
POSIÇÕES DO PROMOTOR DOMINGOS SÁVIO: