w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sábado, 03 de maio de 2014

O jogo entre Santa Cruz e Paraná, na noite desta
sexta-feira, pela Série B, teve uma notícia trágica após o apito final. Um
torcedor foi morto nas imediações do Arruda após ser atingido por uma privada,
que foi atirada para fora do Estádio. 

A informação inicial é que o fato ocorreu
após briga entre as duas torcidas dos clubes. De acordo com a Polícia Militar,
o nome do homem é Paulo Ricardo Gomes da Silva. Ele morava no Pina, Zona Sul do
Recife, e tinha 25 anos. Ainda segundo a PM, Paulo era torcedor o Sport e tinha
ligações com a uniformizada do Paraná. A vítima morreu na hora. No local
ficaram muitos estilhaços da privada jogada.
Logo após o ocorrido, a PM foi acionada para o local e
isolou a área.  Não há suspeitos, nem detidos, até o momento. Segundo as
primeiras informações da perícia, foram dois vasos sanitárias atirados. A
polícia iniciou investigação no Arruda para saber de qual banheiro foram
retiradas as privadas.



A cena não é novidade no futebol pernambucano. Dia de
jogo em Pernambuco, é quase um sinônimo de guerra com brigas constantes entre
as torcidas da Capital. Ver privadas e outras partes dos estádios sendo
atiradas das arquibancadas também não é algo novo. Lamentável isso. Lembrando
que as organizadas já foram punidas neste ano com o veto de frequentarem os
estádios. Pelo visto é necessário maiores ações por parte das nossas
autoridades.



Outras três vítimas não fatais foram levadas
para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) dos Torrões, Zona Oeste do Recife.
Elas foram atingidas por estilhaços das privadas.
(Com Informações do NE10)