w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sexta-feira, 03 de março de 2017

 
Como era de se esperar,
governo e oposição fizeram um retrato diferente da segurança pública no
Carnaval deste ano. A gestão Paulo Câmara (PSB) divulgou a informação de que a
Região Metropolitana não registrou nenhum homicídio nos focos de folia e um
vídeo reforçando que a festa foi tranquila. Já os oposicionistas apontaram que
o Carnaval de 2017 foi o mais violento dos últimos sete anos com dados de todo
o Estado.
O embate sobre a segurança no
Carnaval já era esperado. O combate à violência tem sido uma dos principais
assuntos na briga entre os partidários de Paulo Câmara e seus adversários. Uma
das primeiras medidas dos governistas, antes mesmo do balanço oficial da
secretaria de Defesa Social, foi divulgar um vídeo com um balanço positivo da
festa. O material publicitário veiculado sob o pretexto de agradecer aos
servidores estaduais que trabalharam no Carnaval deu ênfase à segurança. No
vídeo, o Governo afirma que “para que tudo acontecesse num clima de tranquilidade,
muitos servidores do Estado trabalharam duro com muita competência e
profissionalismo”.
A Gestão destacou que
“equipes de saúde, trânsito e segurança estavam em todos os lugares”
para que os pernambucanos e turistas pudessem brincar o Carnaval em paz. O Governo
ainda enfatizou que “31.213 profissionais de segurança” atuaram em
todo o Estado. O vídeo (que pode ser conferido abaixo) produzido pelo governo foi disparado via whatsapp por
aliados do governador e também foi replicado em redes sociais.



O deputado estadual e líder do
governo na Assembleia Legislativa, Isaltino Nascimento (PSB), foi um dos
integrantes da base de apoio de Paulo que propagaram o material publicitário no
Facebook. Antes do Carnaval, havia o temor que parte da tropa não fosse às ruas
como forma de represália à administração estadual já que o clima anda acirrado
entre governistas e as associações que representam os militares. Passada a
festa, os aliados de Paulo buscam consolidar a imagem de que deu tudo certo e
que o Estado tem as forças de segurança sob controle. (Com informações do Jornal do Commércio. CONFIRA)

Clique AQUI e confira a versão da Oposição sobre a Violência durante o Carnaval
em Pernambuco.