BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quarta-feira, 15 de setembro de 2021

 

O Governo de Pernambuco reconheceu a situação de emergência para 61 municípios do Agreste do Estado devido à seca. O decreto, que é necessário para que as localidades recebam recursos e auxílio, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), nesta quarta-feira, dia 15, e vale por 180 dias. Assim, a situação de emergência durará até o mês de março de 2022.

 

 

Aqui no Agreste Meridional, a situação foi reconhecida nos Municípios de Águas Belas; Angelim; Bom Conselho; Brejão; Caetés; Calçado; Canhotinho; Capoeiras; Iati; Jucati; Jupi; Jurema; Lajedo; Paranatama; Saloá; São Bento do Una; São João e Terezinha.

 

 

A decisão do Governo do Estado levou em consideração a previsão da redução das precipitações pluviométricas e a queda das reservas hídricas de superfície nas regiões, bem como os impactos ocasionados, decorrentes das perdas na agropecuária. Os Órgãos Estaduais localizados nas áreas atingidas devem adotar medidas necessárias em conjunto com Órgãos Municipais para sanar as dificuldades geradas pela estiagem.

 

 

CALAMIDADE POR CONTA DA COVID-19 – E o Governador de Pernambuco também prorrogou o estado de calamidade pública em todos os municípios do Estado e em Fernando de Noronha devido à pandemia de COVID-19. O decreto, publicado no Diário Oficial desta quarta-feira, dia 15, e assinado pelo governador Paulo Câmara (PSB), é válido por 90 dias, ou seja, tem validade até dezembro de 2021.