w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | quinta-feira, 05 de junho de 2014

O vereador Gersinho Filho (Solidariedade), encaminhou
requerimento solicitando ao Governo Municipal, que junto ao Governo Federal,
por meio do Ministério da Saúde, busque a implantação de um Centro de
Atendimento Psicossocial Infantil (CAPS – i) no Município.
De acordo com o Manual de CAPS do Ministério da Saúde, o Centro
para Infância e Adolescência é um serviço de atenção diária destinada ao
atendimento de crianças e adolescentes comprometidos psiquicamente.
Estão incluídos nesta categoria os portadores de autismo, psicoses, neuroses
graves e todos aqueles que, por sua condição psíquica, estão impossibilitados
de manter ou estabelecer laços sociais.
Gersinho apresentou a solicitação tendo como base números
da Organização Mundial da Saúde (OMS), que registram uma média de 20% das
crianças e adolescentes estão sofrendo de algum transtorno mental, sendo o
suicídio a terceira causa de morte entre os adolescentes. “Outras manifestações
inerentes à adolescência são as condutas antissociais, delinquência e uso de
drogas que podem estar associados às manifestações de agressividade e distúrbio
do comportamento na infância”, destacou o Vereador.

O Parlamentar ressalta ainda que a saúde mental
infantil afeta todas as áreas do desenvolvimento e impacta a saúde física e
mental da família e no rendimento escolar, com suas óbvias consequências na
vida adulta. “São difíceis de mensurar os impactos causados pela angústia
familiar, situações de conflito e desempenho social inadequado na infância, mas
estudos retrospectivos sinalizam estes eventos como marcadores precoces de
transtornos mentais no adulto”, finalizou o Parlamentar (ASCOM CMVG).