w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | sexta-feira, 23 de outubro de 2020


O candidato a Prefeito de Garanhuns, Sivaldo Albino (PSB) revelou, através da
sua assessoria, que encaminhará Mandado de Segurança ao Tribunal Regional Eleitoral
(TRE) contra decisão da Justiça Eleitoral. Dr. Márcio Bastos Sá Barreto, que
concedeu direito de resposta ao candidato Doutor Silvino (PTB) no Guia Eleitoral
da Frente Popular de Garanhuns nesta sexta-feira, dia 23.

É que na semana passada, Sivaldo Albino divulgou em seu Guia no Rádio que foi
durante o governo de Silvino, que Garanhuns teria, segundo o candidato socialista,
“ganho um presídio e perdido a fábrica da Coca-Cola”. A Justiça concedeu direito
de resposta a Silvino, que afirmou que não era da sua responsabilidade a
abertura do presídio, nem o fechamento da fábrica, sendo o primeiro por ordem
do Governo do Estado, e o segundo, de decisão unicamente de empresários. 


Daí,
mesmo após decisão do Juiz Eleitoral, Sivaldo voltou a abordar o assunto em seu
Guia, e também nas inserções de 30 segundos no Rádio e foi novamente punido com
a concessão de um novo Direito de resposta a Silvino. O Magistrado também fixou
uma multa de R$ 5 mil reais ao candidato Sivaldo Albino, em caso de novo
descumprimento, seja no guia eleitoral ou em inserção nas rádios. 

Mas para Sivaldo, segundo sua assessoria, não foram feitas acusações que
expliquem a perda do tempo no Guia, e por isso a sua Assessoria Jurídica está
levando a questão ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A Frente Popular de
Garanhuns afirma “que houve a cessão da livre manifestação de pensamento na
propaganda eleitoral, criando a figura da censura prévia”.
 

“Precisamos dizer que o
ex-prefeito foi omisso, não tentou impedir a implantação do presídio na época
do governo Jarbas, que ele era aliado, pelo contrário, apoiou, e nem tratou de
buscar alternativas para salvar as centenas de empregos no fechamento da
Coca-Cola”, explicou Sivaldo Albino, sem mencionar que na época da
implantação do Presídio em Garanhuns, Ele era Vereador e aliado de primeira
hora de Silvino, inclusive que liderava o Governo de Duarte na Câmara Municipal.