BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
sábado, 23 de janeiro de 2021

Garanhuns vive a expectativa
de passar a contar com o 2º Conselho Tutelar. É que, além da Legislação permitir
a instalação, existe a necessidade, haja vista que os atuais cinco Conselheiros
não vêm conseguindo atender à crescente demanda na Cidade, ampliada neste
período de Pandemia.
 

Num encontro promovido na última
quarta-feira, dia 20, entre Conselheiros Tutelares e Suplentes, junto ao
Presidente da Câmara, o vereador Johny Albino (PSB), foram tratados assuntos
referentes a instalação. “O Presidente da Câmara foi muito solicito a necessidade
e ficou de tratar com o Prefeito sobre o assunto. Acreditamos que em breve um encontro
seja viabilizado junto ao Prefeito Sivaldo Albino para que possamos apresentá-lo
as necessidades da Cidade nesse segmento”, registrou Odete Nativo, que é a 1ª suplente
da atual composição do Conselho Tutelar.
 

Atualmente, o Conselheiro Tutelar
de Garanhuns, composto por Adriana Bezerra (presidente); Antônio Marcos;
Genoveva Alves; Isabel Chalegra e Stoni Costa (este último que assumiu a função com a renúncia do Pastor Ricardo Souza), é responsável por atender uma população
de mais de 140 mil habitantes, seja na zona urbana, mas também nos três distritos
e no espaço rural. Todavia, mesmo com todo compromisso demostrado pelos
Conselheiros, por conta da alta demanda, a atual composição não consegue cobrir
as necessidades que surgem no Município. Vale registrar que as dificuldades funcionais
vivenciadas pelo Conselho são antigas e já foram pautas de diversas reuniões
nos últimos anos, bem como de várias movimentações jurídicas, sobretudo do
Ministério Público de Pernambuco.

PROCESSO DE ESCOLHA – De
acordo com o Edital que regulamentou a eleição para escolha dos Conselheiros
Tutelares, em 2019, caso o Prefeito Sivaldo Albino decida pela criação do segundo
Conselho Tutelar em Garanhuns, não será necessário promover novas eleições, já
que seriam convocados para assumir a função os cinco suplentes pela ordem de
votação: Odete Nativo; Sérgio de Siqueira; Théo Barros; Diana Maria e Marcelino
da Silva.