BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
domingo, 30 de maio de 2021

O sábado, dia 29, foi marcado por manifestações contra o governo Bolsonaro em todo o Brasil. Em diversas partes do País, sobretudo nas
Capitais, grupos cobraram vacinas contra a COVID-19;  reivindicaram o impeachment do Presidente; pediram
o retorno do Auxílio Emergencial e demostraram repúdio contra a política
econômica do País.

No Recife, os Grupos se reuniram na Praça do Derby. Eles
seguiram em caminhada para a Avenida Conde da Boa Vista, na mesma Região. A via
foi interditada nos dois sentidos. Para dispersar o ato, que gerou aglomeração,
a Polícia
Militar atirou balas de borracha, usou spray de pimenta e gás lacrimogêneo contra
os participantes. A vereadora recifense Liana Cirne (PT) chegou
a ser agredida e pelo menos dois homens, atingidos por balas de borracha
disparadas por policiais, correm o risco de perder a visão. O Governador Paulo
Câmara (PSB) determinou o afastamento do Oficial que comandou a ação.

 

Aqui em Garanhuns também houveram mobilizações. Um pequeno grupo,
composto na maioria por pessoas jovens, esteve no Centro da Cidade e com faixas
e cartazes contrários ao Presidente, sobretudo atribuindo-lhe a
responsabilidade pelas mortes por COVID-19 seja pela “omissão na compra de vacinas” ou por “apostar na imunidade de rebanho ao não tomar providências para conter o
Vírus”, cantaram e gritaram palavras de ordem, no espaço Luiz Jardim e nos semáforos localizados defronte a agência da Caixa e a Iza Calçados. Também foram promovidas lives e colagem de lambe-lambes em diversos pontos da Cidade. 

Os Grupos ainda afixaram faixas na entrada
da Cidade e no viaduto que liga as BR´s 423 e 424, nas imediações do bairro do
Magano. Não houve registro de incidentes durante a movimentação aqui em Garanhuns.