w="300" h="250">
BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
BLOG DO CARLOS EUGÊNIO | domingo, 27 de maio de 2018

 
A Greve dos Caminhoneiros entra para o sétimo dia
neste domingo, dia 27. Com o Movimento, que paralisa a circulação de produtos e
insumos, a rotina em Garanhuns, principal cidade do Agreste Meridional, foi
totalmente modificada, com a redução de serviços e produtos; suspensão das
aulas nas escolas públicas e privadas e o risco eminente de desabastecimento
total em algumas áreas.
O movimento na CEAGA e na feira livre da Boa Vista caiu
pela metade nesse sábado, dia 26. O fluxo de pessoas foi reduzido, assim como a
oferta dos produtos, sobretudo, frutas e verduras. Já as prateleiras dos Supermercados
da Cidade apresentam a falta de alguns itens, sobretudo carnes e pães. No Bonanza,
da Avenida Rui Barbosa, a previsão, segundo o Gerente daquela Unidade, Ezequiel
Bazílio, é que as frutas e verduras durem apenas mais dois dias.
Os Postos de Combustíveis da Cidade seguem
desabastecidos. Os últimos que comercializaram gasolina, ainda na última
sexta-feira, dia 25, foram os Postos Jatobá (Centro e João da Mata), porém,
diante da grande procura, a oferta durou poucas horas. Não há previsão de
quando os tanques dos Postos voltarão a receber combustíveis e a frota de
veículos na Cidade, estimada em cerca de 55 mil veículos, é reduzida nas ruas a
cada dia.
Uma boa notícia é que a previsão da Empresa São
Cristóvão, de que o Diesel utilizado nos ônibus que realizam o serviço de
Transporte Urbano só duraria até essa segunda-feira, dia 28, foi ampliada, com
os transportes passando a rodar até a quarta, dia 30. É que o planejamento
realizado pela Empresa e a redução de 50% na disponibilidade de linhas, conseguiu
esticar a previsão. “O Combustível que temos atualmente é o que consta nos
tanques dos carros e pela operação que fizemos de 50% da frota, vamos ter
condições de rodar até a quarta-feira, dia 30. Se não recebermos Diesel até lá,
quinta-feira não tem mais ônibus”, pontua Domingos Sá, gerente da Empresa, que
atende a cerca de 28 mil pessoas por dia na Cidade.
Enquanto isso, apesar da forte posição defendida pelo
presidente Michel Temer, autorizando o uso das Forças Federais (Força Nacional;
Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal e em último caso, as Forças Armadas:
Exército, Marinha e Aeronáutica), os caminhoneiros seguem o movimento
normalmente nas rodoviais BR´s 423 e 424 e na PE 177. Apesar de uma interdição momentânea no perímetro urbano de Jupi, na última quinta-feira, dia 24, até o
momento não existem novos bloqueios nas rodovias que circundam Garanhuns. A
Comissão de Caminhoneiros, aqui em Garanhuns, têm liberado cargas como insumos
hospitalares e também de alimentos não perecíveis.

AÇÃO DO
EXÉRCITO –
De
acordo com o Tenente-coronel Goyanna (imagem ao lado), que comanda o 71º BI Mtz (Batalhão do
Exército, instalado em Garanhuns), a ação dos militares, quando e se for
autorizada pelo comando da 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, deverá ser
voltada a garantir a Lei e a Ordem, bem como a normalidade do fluxo das pessoas
e seus bens, através do direito constitucional de ir e vir dos Cidadãos. Vale registrar
que o 71º BI Mtz é uma unidade considerada como Força de Ação Rápida do
Exército e possui uma tropa capacitada e experiente no emprego em diversas
operações no País e no Exterior. (Reportagem do Blog do Carlos Eugênio, com informações e imagens da TV Asa Branca/Globo e Facebook/Blog do Cisneiros)