BUSCA DE NOTÍCIAS 2021
BUSCA DE NOTÍCIAS DE 2013 A 2020
quarta-feira, 17 de março de 2021

Atualizada as 10h, de 17/03/2021: 

Usando máscaras, carro de som
e portando faixas e cartazes, empresários e comerciários participaram na manhã de hoje, dia 17, de uma manifestação pacífica defronte a Prefeitura de Garanhuns. É que a
Câmara de Dirigentes Lojistas de Garanhuns (CDL) se mostra contrária a determinação do Governo de Pernambuco em fechar
o comércio no período de 18 a 28 de março, numa medida de controle ao avanço da
COVID-19 em todo o Estado.  

“O Poder Público que é o
responsável pela saúde e demais bens da essência da vida, também deve ser o
responsável pela sobrevivência das Empresas. Quando seus decretos interrompem a
produção e o desenvolvimento da economia, queremos sim, responsabilizar o
Governo do Estado de Pernambuco pelo alcance negativo de suas ações e que tais
medidas certamente trarão prejuízos aos pernambucanos”, registrou a CDL, em
nota divulgada nas Redes Sociais.

Com a manifestação, os Empresários
buscaram sensibilizar o Prefeito Sivaldo Albino (PSB), bem como a Câmara de
Vereadores, para que possam dialogar com o Governo do Estado, na tentativa de
evitar os prejuízos e a ampliação do desemprego no Município.

       

De acordo com
informações apuradas pelo Blog do Carlos Eugênio junto a membros da CDL, após o ato, que durou cerca de 30 minutos, a entidade protocolou
um documento junto a Prefeitura, todavia, o resultado do ato deixou muitos empresários descontentes, sobretudo àqueles do ramo de bares e restaurantes. 
Informações dão conta que durante o manifesto,
o Prefeito Sivaldo Albino não estava na sede da Prefeitura, mas “ficou de
receber alguns representantes da CDL hoje ou amanhã”, pontuou a fonte ouvida pelo
Blog. 
Clique AQUI e confira a Nota da CDL/Garanhuns na Integra.


 

 

NOTA OFICIAL 

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Garanhuns – CDL, vem
trazer ao público em geral o seu protesto quanto a determinação do Governo do
Estado de Pernambuco em fechar o Comércio entre os dias 18 a 28 de março de
2021 EM TODO ESTADO de Pernambuco.
 

A CDL Garanhuns deixa claro que tem por princípio o bem
estar de todos os seus associados e da população de nossa Cidade, apoiando as
campanhas de distanciamento social, higienização, utilização de máscara,
vacinação e tantas outras medidas que visem à saúde em primeiro lugar, e com
propriedade informa que as empresas do comércio de Garanhuns respeitaram todas
as normas, inclusive no papel social de educação da população.
 

Salientamos que mais uma paralização no setor produtivo
será bastante nociva para a economia, onde um grande número de empresas que
resistiu a paralização do ano passado, provavelmente não irá suportar mais esse
obstáculo e encerrará as suas atividades, diminuindo assim mais postos de
trabalho em nossa Região.
 

Acreditamos que o diálogo com os Poderes Públicos e
outras medidas preventivas seriam mais eficazes e atenderiam ambas as
necessidades, a da luta pela vida e também a preservação dos empregos e contra
o fechamento de empresas.
 

Finalmente, entende esta CDL que o Poder Público que é o
responsável pela saúde e demais bens da essência da vida, também deve ser o
responsável pela sobrevivência das empresas. Quando seus decretos interrompem a
produção e o desenvolvimento da economia, queremos sim, responsabilizar o
Governo do Estado de Pernambuco pelo alcance negativo de suas ações e que tais
medidas certamente trarão prejuízos aos pernambucanos.
 

Por fim, clamamos ao Poder Público Municipal e aos nossos
representantes junto ao Poder Legislativo em todos os seus âmbitos que utilizem
de medidas e prerrogativas formais que levem ao diálogo no sentido maior de
preservar a saúde da população quanto a economia e a preservação das vida sem
medidas arbitrárias ou decretos incoerentes que, ao contrario de seu sentido
maior, só trará prejuízos à população.